sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

JUIZ DE FORA - Natal - Confira os serviços municipais que funcionam no feriado

Em virtude do feriado de Natal na próxima quarta-feira, 25, e do ponto facultativo na terça-feira, 24, alguns serviços da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) serão alterados. Veja como fica o funcionamento das repartições municipais nos dias 24 e 25.

Defesa Civil – Funciona em esquema de plantão, atendendo pelo telefone 199;

Funalfa – Sede, Biblioteca Murilo Mendes, Museu Ferroviário, Centro Cultural Dnar Rocha não funcionam nos dias 24 e 25 de dezembro. O Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM) funcionará no dia 24, das 9 às 16 horas, e ficará fechado no feriado.

Demlurb – Somente no dia 25 não haverá coleta de lixo pelo Demlurb.

Museu Mariano Procópio – O Parque do Museu Mariano Procópio não funcionará nos dias 24 e 25.

Guarda Municipal – Nos dias 24 e 25, os chamados serão recebidos através da Central de Atendimento 24 horas, pelo telefone 153. Além disso, equipes fixas de plantão atuarão no HPS e patrulhamento. No dia 24, também atua com equipe de apoio à fiscalização.

Cesama – Funciona em esquema de plantão, atendendo pelo telefone 115;

Feiras livres – No dia 25 não haverá feiras. Nos demais dias, funcionamento normal.

Parque da Lajinha – Funciona normalmente nos dias 24 e 25 de dezembro

Assistência Social – Casa de Acolhimento Institucional e serviço para população de rua funcionam normalmente nos dias 24 e 25. Já os conselhos tutelares atenderão em esquema de plantão pelos seguintes telefones: Sul/Oeste - 9939-9073 / Centro/Norte – 9939-8073 / Leste – 9939 9373.

Saúde - As unidades de Atenção Primária à Saúde (Uaps) não terão expediente nos dias 24 e 25 dezembro, lembrando que o mesmo vale para a Uaps de Benfica, antiga Policlínica. O Pronto Atendimento Infantil (PAI), a Unidade Regional Leste, o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) e as unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Santa Luzia, São Pedro e Norte funcionam em regime de plantão 24 horas. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atende normalmente pelo telefone 192.

* Informações com a Secretaria de Comunicação Social pelo telefone 3690-8552.


SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

ESPOSA DO COMANDANTE DA 4ª BRIGADA VISITA ABRIGO SANTA HELENA

VISITA SOLIDÁRIA

Encantada com o trabalho assistencial que é realizado no Abrigo Santa Helena, Márcia Matroni Mamede Brito (Sra. general Francisco Mamede de Brito Filho) visitou novamente a instituição, presidida por Antônio Carlos Estevão. Acompanhada do tenente capelão Renato Alves Rodrigues, ela fez doações de alimentos e ainda brindou os idosos com uma apresentação da banda da 4ª Brigada.

ANIVERSÁRIO DE AMIGOS - RENATO BRAGA



JORNAL TRIBUNA DE MINAS - 20.12.13


Ministério Público de São Paulo abre investigação sobre queda da Lusa

por Martín Fernandez

O Ministério Público de São Paulo abriu uma investigação sobre o rebaixamento da Portuguesa - decretado em primeira instância na semana passada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. A Lusa recorreu da decisão e seu recurso será julgado na próxima sexta-feira pelo Pleno do STJD.
 
O objetivo da Promotoria de Direito do Consumidor é apurar se houve o emprego de algum artifício para alteração de um resultado de campo - e se isso resultou em algum dano para o torcedor.  

O Ministério Público pretende investigar porque a Portuguesa alega não ter sido avisada pelo advogado Osvaldo Sestário Filho da suspensão de Héverton, e também os critérios que levaram o STJD a condenar o clube paulista em primeira instância.

Reginaldo Rossi morre aos 69 anos de câncer no pulmão

Artista estava internado na UTI do Hospital Memorial São José, no Recife.
Ele tratava de um câncer no pulmão desde o dia 27 de novembro.



Morreu às 9h40 desta sexta-feira (20), aos 69 anos, o cantor e compositor Reginaldo Rossi, de falência múltipla de órgãos. Conhecido como o "Rei do Brega" e autor do sucesso “Garçom”, ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Memorial São José, na área central do Recife, desde o dia 27 de novembro, para tratar um câncer no pulmão direito. Na quinta-feira (19), sofreu uma piora no quadro clínico.

O velório será na tarde desta sexta-feira, no plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco, na Rua da Aurora, bairro da Boa Vista, área central do Recife. O local do enterro ainda não foi confirmado.

Na porta do hospital, já é bastante intenso o movimento de fãs. O prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o governador Eduardo Campos decretaram três dias de luto oficial.
Durante o tempo em que ficou internado, Reginaldo Rossi foi submetido a uma cirurgia para retirada de um nódulo na axila direita. A biópsia confirmou o diagnóstico de câncer. Ele também passou por um procedimento chamado de toracocentese, para drenar líquido acumulado entre a pleura e o pulmão.

Rei do Brega

O artista ganhou o título de “Rei do Brega” graças a músicas como “Garçom”, nas quais cantava sobre temas como amor e traições. Compositor de linguagem popular, ele também é autor de sucessos como "A raposa e as uvas", "Leviana" e "Recife minha cidade". Ele dizia que foi o primeiro na cidade  a usar calça sem pregas. "Passava na rua e os caras gritavam: 'Wanderléa! Olha a Wanderléa!' E depois todo mundo usava."
reginaldo rossi
Apesar do jeito extrovertido nas entrevistas e apresentações, se dizia avesso à fama. "Eu sou muito tímido. Essa coisa que eu faço, que requebro no palco, canto 'Garçom', o corno e tudo mais, é para enganar minha timidez", afirmou recentemente em entrevista ao programa Bom Dia Pernambuco.

Nascido no Recife, em 1944, Reginaldo Rodrigues dos Santos começou a carreira na esteira da Jovem Guarda, na década de 1960, imitando Roberto Carlos. Antes, estudou engenharia civil e chegou a dar aulas de matemática. Ele faria 70 anos em fevereiro.
Quando trocou a sala de aula pelos palcos, optou por cantar rock no Nordeste e comandou o grupo The Silver Jets. Em 1966, lançou seu primeiro LP, "O pão". Somente em 1970, pela gravadora CBS, estreou em disco, com o LP "À procura de você", afastando-se do rock e passando a apresentar um repertório brega-romântico, do qual se tornou ícone.

Entre seus maiores sucessos estão, além de “Garçom” (1967), "A raposa e as uvas", "Em plena lua de mel" e "Leviana". Ele continuava fazendo shows pelo Brasil, apresentando o mais recente álbum, “Cabaret do Rossi”. Nos dias 21 e 22 de novembro, Reginaldo Rossi tocou no Manhattan Café Teatro, na capital pernambucana.

Tributo
Diversos músicos lançaram no ano 2000 um tributo ao artista, intitulado "ReiGinaldo Rossi". O disco tinha releituras de canções de Rossi cantadas por artistas como Lenine, Zé Ramalho, Geraldo Azevedo, Eddie, Dolores, Paulo Francis, Querosene Jacaré, comadre florzinha, Stela Campos, Via Sat, Devotos, Otto e Mundo Livre S/A. O cantor pernambucano Silvério Pessoa, por exemplo, criou uma banda, a Sir Rossi, que dá novas roupagens às canções do artista.

O artista dizia que só no Brasil é que existe essa história de brega e chique. “Os cantores no mundo todo querem fazer sucesso. As letras são as mais simples possíveis, as harmonias [também]”, comparou. “Claro, existem eruditos para uma pequena classe. No Brasil, em que povo em geral não teve acesso à educação musical mais refinada, isso é válido: tem que ter Chico [Buarque], Gal [Costa], Caetano [Veloso], e tem que ter Amado Batista, Zezo dos Teclados, Faringes da Paixão e Reginaldo Rossi".

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

GEN OTÁVIO SANTANA DO RÊGO BARROS - CARTÃO DE NATAL


JORNAL DIÁRIO REGIONAL - 19.12.13


14º GRUPO DE ARTILHARIA DE CAMPANHA - CARTÃO DE NATAL


CARTÃO DE NATAL - CR NOVA


PREFEITA DE CUBATÃO RECEBE GEN GUIDO AMIN NAVES

Em visita de cortesia, o general-de-brigada Guido Amin Naves, comandante 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, foi recebido pela prefeita Márcia Rosa na tarde desta quarta-feira, dia 18, em seu gabinete. Na oportunidade, foram também discutidos planos para socorro em situações de emergência, como no caso da enchente que devastou a cidade no dia 22 de fevereiro.

O militar comanda os grupos de Artilharia Antiaérea instalados nas cidades de Guarujá, Praia Grande, Sete Lagoas, Rio de Janeiro, Brasília e Caxias do Sul. Ele destacou que o Exército Brasileiro possui estrutura, equipamentos e contingente para atuar em ocorrências de desastres naturais e calamidades públicas, em qualquer lugar do País.

Já a Prefeita informou sobre as ações que o município vem desenvolvendo para prevenir e combater enchentes, bem como sobre os pontos do Plano Municipal de Defesa Civil que tratam do assunto. Agradecendo a visita, Márcia Rosa observou que a cidade ainda se recupera dos estragos causados pela enchente deste ano. Ao mesmo tempo, Cubatão desenvolve uma série de ações para prevenir novas ocorrências desse tipo e dar resposta rápida às situações que venham a surgir em decorrência das chuvas de verão.

A prefeita de Cubatão, Marcia Rosa, recebeu o general do Exército, Guido Amin Naves (Foto: Divulgação/PMC)
A prefeita de Cubatão, Marcia Rosa, recebeu o general do Exército, Guido Amin Naves (Foto: Divulgação/PMC)

Uma das ações citadas nesse encontro pelo secretário municipal de Segurança Pública e Cidadania, Armando Campinas Reis Júnior, foi a formalização de convênio com os ministérios das Cidades e da Ciência e Tecnologia para instalação de pluviômetros em nove pontos da cidade. Os equipamentos já estão em operação e permitem acompanhar, em tempo real, os indicadores de volume e incidência de chuvas.

Também participaram do encontro o Secretário de Governo, José Carlos Ribeiro; de Assistência Social, Genivaldo Linhares Brandão; e da Saúde, Carlos Alberto Yoshimura.

Dois militares do Exército são presos suspeitos de sumiço de fuzil


Dois militares do Exército estão presos por envolvimento no sumiço de um fuzil 762, que foi furtado na quinta-feira passada do Depósito Central de Armamento da força, em Deodoro, na Vila Militar. No dia seguinte ao furto, unidades da Vila Militar fizeram blitz na região, em busca de mais suspeitos do desvio do armamento. 
O fuzil desapareceu depois que a guarda do quartel abandonou o serviço e fez um churrasco nos fundos da unidade militar.
O Comando Militar do Leste, por meio da seção de Comunicação Social, informou que "os fatos relacionados ao desaparecimento de um fuzil no Depósito Central de Armamento estão sendo investigados em Inquérito Policial Militar. O referido inquérito confirmará a sequência dos acontecimentos e irá apurar os responsáveis envolvidos." 
Ainda segundo o Exército, '"a recuperação do fuzil é um compromisso do Exército e as investigações encontram-se em bom andamento nesse sentido."

FUTEBOL: Lusa encontra brecha no sistema da CBF e pode rebaixar o Flamengo

AE - Agência Estado
SÃO PAULO - Um novo fato pode causar uma reviravolta na punição da Portuguesa no Superior Tribunal de Justiça Desportiva pela escalação irregular do meia Héverton, na última rodada do Brasileirão. A defesa do clube utilizará no julgamento do Pleno do STJD, no próximo dia 27, uma falha no próprio sistema da CBF para provar que o jogador poderia estar em campo. No "BID da Suspensão", sistema de acesso apenas para a entidade e para os clubes, consta que o meia já havia cumprido a suspensão e, portanto, estaria apto a atuar.
Criado em setembro deste ano, exatamente para facilitar a comunicação a respeito de suspensões da CBF com os clubes, o BID (Boletim Informativo Diário) da Suspensão traz todas as informações sobre os jogadores que estão suspensos ou que já cumpriram suspensão determinadas inclusive pelo STJD.
No dia 6 de dezembro, sexta-feira, data do julgamento que condenou o meia Héverton a cumprir mais um jogo de suspensão, o BID da Suspensão informava que o jogador "cumpriu". No dia 10 de dezembro, dois dias após a partida contra o Grêmio, portanto, o sistema mantém o termo "cumpriu" a respeito da suspensão de Héverton, ou seja, a CBF não teria informado a Portuguesa, por meio do sistema, da punição ao meia.
Para provar que o sistema foi atualizado, a Portuguesa utilizará a suspensão dada ao atacante Gilberto, que também foi a júri naquela sexta-feira. O status do jogador foi alterado de "suspenso" para "cumpriu", já que ele foi julgado e liberado pelo STJD no mesmo julgamento.
Após a constatação, a Portuguesa utilizará no recurso que a CBF é co-autora do erro no caso Héverton, exatamente por também não ter informado que o jogador estava suspenso.
Em caso de uma mudança na pena à Portuguesa e os pontos retirados forem devolvidos, o rebaixado novamente não seria o Fluminense, mas o Flamengo, que, após perder os pontos na segunda-feira por escalação irregular do lateral André Santos, terminou a competição na 16.ª posição, acima da Lusa. Os cariocas também tentam reverter a situação no Tribunal. 

JORNAL TRIBUNA DE MINAS - 19.12.13


quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Último condenado por mortes de dois capitães do Exército

18 de Dezembro de 2013 - 18:56

Pena de 24 anos de reclusão para Wagner Neves

Por Tribuna

Atualizada às 21h37
Depois de quase oito horas de julgamento, Wagner Neves, 33 anos, foi condenado nesta terça-feira (18) a 24 anos de reclusão por duplo homicídio qualificado. O réu foi considerado culpado pela participação nos assassinatos de dois capitães do Exército, em maio de 2010, na Cidade Alta. O júri popular, que começou às 13h30 desta terça no Tribunal do Júri do Fórum Benjamin Colucci, foi acompanhado por dezenas de militares do Exército Brasileiro, que comemoraram o resultado. A sentença foi lida pelo juiz José Armando Pinheiro da Silveira por volta das 21h15. 
Waguim, como o condenado é conhecido, havia sido preso em agosto deste ano em uma manobra da 7ª Delegacia de Polícia Civil da cidade. Ele estava foragido desde a época do crime e foi capturado em Rio das Ostras (RJ). Desde então, ele estava preso no Ceresp. 
Os militares Eleonardo Sabadini Santos, 29 anos, e Daniel Azevedo Borges de Lima, 32, foram assassinados na Rua Engenheiro Valdir Pedro Monachesi, no Bairro Aeroporto. Eles estavam numa barraca de cachorro-quente do lado de fora de uma casa noturna, quando aconteceu a violência. A motivação do crime teria sido um desentendimento dentro da boate por causa de duas mulheres. 
 Em seu depoimento diante do juiz, na tarde desta terça, Wagner Neves negou participação no crime. Ele disse ao juiz José Armando que apenas acompanhava Adilson dos Santos, já condenado em 2011 a 23 anos de prisão pela coautoria do crime, e David Azevedo Marques, vulgo "Pimentinha", condenado a 27 anos de prisão pela autoria. O réu afirmou que esteve foragido por algum tempo na Favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, e depois seguiu para Rio das Ostras, onde foi localizado por policiais civis de Juiz de Fora.  

SERÁ QUE A NOVELA DA COMPRA DOS CAÇAS PARA O BRASIL CHEGOU AO FIM?

Após mais de dez anos, Dilma escolhe caças suecos para a FAB


ANDRÉIA SADI

DO PAINEL, EM BRASÍLIA
NATUZA NERY
DE BRASÍLIA
IGOR GIELOW
DIRETOR DA SUCURSAL DE BRASÍLIA


Após mais de dez anos de discussão, a presidente Dilma Rousseff decidiu pela aquisição de caças Gripen NG, da sueca Saab, para a FAB (Força Aérea Brasileira) para o programa FX-2.

O ministro da Defesa, Celso Amorim, e o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, concederão entrevista coletiva, às 17h, para o anúncio da aquisição dos caças. No sábado, o Painel havia antecipado que a presidente havia comunicado ao presidente da França, François Hollande, que o Brasil não compraria da França as 36 aeronaves.

É um final surpreendente para a disputa, que teve ao longo do segundo governo Lula o francês Dassault Rafale como o principal favorito --o avião chegou a ser anunciado como escolhido pelo presidente e seu colega Nicolas Sarkozy em 2009, mas o governo brasileiro recuou após a insatisfação da FAB, que não havia sido consultada sobre a decisão.

Contra o Rafale sempre pesou a questão do preço: seu pacote inicial chegava a US$ 8 bilhões, embora descontos tenham sido negociados. No governo Dilma Rousseff, os americanos e seu Boeing F/A-18 passaram à dianteira por causa de sua oferta comercial mais atraente, de declarados US$ 7,5 bilhões mas com diversas compensações. A Boeing chegou a associar-se para vender o novo cargueiro da Embraer, o KC-390.

Só que o escândalo da espionagem da Agência Nacional de Segurança americana, que incluiu Dilma no rol das autoridades alvo de arapongagem, derrubou politicamente o F-18.

Com isso, o pequeno Gripen, avião criticado por ser menor do que os concorrentes e menos testado em combate, voltou à condição de favorito que a própria FAB havia declarado em seu primeiro relatório sobre a escolha, em dezembro de 2009. O pacote de 36 aviões foi oferecido por US$ 6 bilhões, mas a compra pode acabar em torno de US$ 5 bilhões.


Ronald Biggs, "ladrão do século", morre aos 84 anos no Reino Unido

LEANDRO COLON
DE LONDRES
MÁRCIA SOMAN MORAES
DE SÃO PAULO


Morreu hoje em Londres, aos 84 anos, o britânico Ronald Biggs, conhecido como o "ladrão do século", pelo assalto em 1963 ao trem pagador que ia de Glasgow a Londres.

Biggs, que viveu anos foragido no Brasil, estava em um asilo para idosos em East Barnet, norte de Londres. Ele vinha enfrentando uma série de problemas de saúde, com dificuldades para caminhar e se comunicar.


Nos últimos anos, sofreu sete derrames, ataque cardíaco, ataques epiléticos, úlcera no estômago, além de uma fratura no quadril que o deixou internado por dias no hospital universitário de Norfolk e Norwich.

A morte dele é um dos principais destaques da imprensa britânica nesta quarta-feira. Christopher Pickard, que o ajudou a escrever sua autobiografia, disse que Biggs deve ser lembrado com um dos grandes personagens dos últimos 50 anos.

À BBC, Anthony Delano, autor de um livro sobre o ladrão, foi mais duro e afirmou que Biggs era um homem "sem moral" e teve muita sorte por ter vivido anos em liberdade.

O britânico fazia parte de uma gangue de cerca de 15 homens que conseguiu, em 8 de agosto de 1963, parar um comboio ferroviário manipulando a sinalização. Depois de ferir gravemente um funcionário, eles fugiram com 120 sacos de notas usadas contendo no total 2,6 milhões de libras, uma quantia recorde para a época, equivalente hoje a R$ 153,6 milhões.

Os ladrões, inclusive Biggs, foram presos em janeiro de 1964. Processado e condenado a 30 anos de prisão, Biggs foi para a penitenciária de Wandsworth (Londres), de onde conseguiu fugir 15 meses depois.

Ele passou por cirurgias estéticas e viveu como foragido na Espanha, na Austrália e, principalmente, no Brasil.

EXTRADIÇÃO

Biggs chegou ao Brasil na década de 1970 e viveu aqui por cerca de 30 anos, mais especificamente no Rio de Janeiro. Ele teve um filho com sua namorada Raimunda, Michael Biggs, que foi cantor do grupo infantil brasileiro Balão Mágico e hoje é empresário.

Ao descobrir que o "ladrão do século" estava em solo brasileiro, o governo britânico iniciou uma batalha judicial para sua extradição. A questão, contudo, é que a legislação britânica não admite a formulação de pedido oficial de extradição a país com o qual não tenha tratado de extradição. O acordo entre o Brasil e o governo britânico só entrou em vigor em outubro de 1997 --25 anos depois do assalto ao trem pagador.

O caso foi então para julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal) --que considerou o Estatuto do Estrangeiro que estabelece que, antes de julgar a extradição, os juízes devem levar em conta o prazo estabelecido pela legislação brasileira. No Brasil, o audacioso assalto havia prescrito há cinco anos.

Após meses de uma batalha judicial entre o governo britânico e a Justiça do Brasil, o STF arquivou oficialmente o pedido de extradição de Biggs em novembro de 1997. Os ministros alegaram que a prescrição do crime impede o recebimento do pedido formulado pelo governo britânico.

FALIDO

Nos últimos anos de sua estadia no Brasil, Biggs vivia em dificuldades financeiras. Ele transformou sua casa em Santa Teresa (zona central do Rio) em uma espécie de museu para turistas britânicos e vendia camisetas, bonés e outros produtos de sua "marca" em uma página na internet.
Em 2001, Biggs afirmou que desejava retornar ao Reino Unido. Seu advogado brasileiro na época, Wellington Mousinho, afirmou à Folha que Biggs só voltaria "com o perdão judicial". Rumores indicavam, contudo, que ele receberia uma grande quantia do tabloide "The Sun" pela exclusividade de sua história.

Biggs já havia sofrido dois derrames e vizinhos cariocas diziam que ele andava com dificuldades e quase não podia falar. Só saía de casa para ir de táxi a sessões de fisioterapia, na Tijuca (zona norte). Mousinho ressaltou, contudo, que ele estava lúcido e que voltava ao Reino Unido porque estava com saudades.

CONDICIONAL

Preso, Biggs cumpriu mais de um terço da pena no centro de detenção Belmarsh, centro de detenção de segurança máxima.

Em agosto de 2009, Biggs, que estava doente, foi libertado.
Editoria de Arte/Folhapress

CENTRO INDUSTRIAL DE JF - CARTÃO DE NATAL


4º Grupo de Artilharia de Campanha – Solenidade


Juiz de Fora (MG)
No dia 13 de dezembro, o 4º Grupo de Artilharia de Campanha realizou formatura de encerramento da 1ª fase do Curso de Formação de Sargentos. A cerimônia foi presidida pelo Comandante da 4ª Brigada de Infantaria Leve (Montanha), General de Brigada Francisco Mamede de Brito Filho, e contou com a presença de autoridades civis, militares e convidados dos alunos.


www.exercito.mil.br

14º Grupo de Artilharia de Campanha – Visita


Pouso Alegre (MG)
No dia 10 de dezembro, o 14º Grupo de Artilharia de Campanha recebeu a visita do Comandante Militar do Leste, General de Exército Francisco Carlos Modesto, acompanhado do Comandante da 1ª Divisão de Exército, General de Divisão José Alberto da Costa Abreu; do Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Leste, General de Brigada Álvaro Gonçalves Wanderley do Comandante da Artilharia Divisionária da 1ª DE, General de Brigada Antônio Carlos Machado Faillace, e do Comandante da Escola de Sargentos das Armas, General de Brigada Luiz Carlos Pereira Gomes.

Foto: 14º Grupo de Artilharia de Campanha

www.exercito.mil.br

Exército entrega obras do aeroporto de São Gonçalo na sexta-feira

Na sexta-feira (20), às 10h, o Exército Brasileiro vai entregar as obras sob sua responsabilidade no aeroporto de São Gonçalo do Amarante. As obras, executadas pelo 1º Batalhão de Engenharia de Construção, consistem na construção das pistas de pouso, pistas de táxi, infraestrutura de balizamento e proteção ao voo, sistema de drenagem, pátio de estacionamento de aeronaves, e acesso terrestre dentro do sítio aeroportuário. 

Dentre os principais serviços executados pelo Exército no aeroporto de São Gonçalo do Amarante está a construção do pátio de aeronaves, uma estrutura de concreto de 74 metros de largura, 1.146 metros de comprimento e espessura média de 36 centímetros com bordos espessados para 45 centímetros, dimensionada para o estacionamento das maiores e mais pesadas aeronaves comerciais em operação atualmente. 

Além da execução das pistas de pouso e decolagem, com extensão de 3.000 metros de comprimento por 75 metros de largura, possibilitando a aterrisagem de aeronaves do tipo A380, foram construídas, também, uma pista de táxi com 3.000 metros de comprimento por 60 metros de largura, que permitirá a aterrisagem de aeronaves de médio e pequeno porte.

Segundo o Exército, a execução do serviço de concretagem do pátio exigiu um minucioso planejamento técnico e um cuidado especial com os detalhes de projeto para que a obra tivesse o padrão de qualidade exigido pela Infraero. Todas as fases do serviço foram desenvolvidas por mão-de-obra exclusivamente militar e exigiram atenção permanente, desde a seleção dos insumos, a definição do traço até a forma de execução.

Uma das preocupações principais foi o processo de cura do concreto, pois, de acordo com o Exército, a região onde a obra foi realizada é particularmente afetada pelos ventos e pela incidência de sol. "Em função dessas características, e para amenizar a influência do clima no processo de cura do concreto, o serviço foi desenvolvido no período noturno, onde foi empregado um efetivo de 360 militares", disse o Exército através de nota.


O processo de produção de concreto envolveu uma usina dosadora com capacidade de 65m³ por hora, além do transporte desse material em caminhões betoneira. A execução do pátio envolveu o posicionamento de formas fixas e o emprego de equipamentos como acabadora de concreto, espargidora de cura química, escavadeira, vibradores de imersão, torres de iluminação, dentre outros.

Terminal

As obras do terminal de passageiros seguem sob responsabilidade do consórcio Inframérica. A expectativa é que a estrutura esteja pronta em abril de 2014, com os acessos ao terminal sendo finalizados pelo Governo do Estado até maio.

http://tribunadonorte.com.br/noticia/exercito-entrega-obras-do-aeroporto-de-sao-goncalo-na-sexta-feira/269512
.

Sargento desertor do Exército bate carro e causa confusão

Alenita Ramirez

Foto: César Rodrigues/AAN
O militar estava em um C4 Pallas, trombou contra uma árvore Barão de Itapura
O militar estava em um C4 Pallas, trombou contra uma árvore Barão de Itapura

Um sargento do Exército de Campinas causou confusão na Avenida Barão de Itapura, no bairro Guanabara, em Campinas, na manhã desta terça-feira (17). 

O militar estava em um C4 Pallas, trombou contra uma árvore localizada ao lado do Condomínio Itaijara, na altura do número 890, no sentido rodoviária/ Taquaral, e após o acidente, desceu e fugiu a pé, deixando o veículo todo destruído no local. O homem estava vestido de preto, à paisana.

Pessoas que passavam e trabalhadores do comércio local acharam que se tratava de um ladrão de carro em fuga e ligaram para a Polícia Militar. As testemunhas passaram as características do suspeito e policiais da Força Tática o localizaram na Avenida Orosimbo Maia, próximo a Avenida Penido Burnier, cerca de 20 minutos depois. 

Ele foi detido e levado ao local do acidente para reconhecimento de testemunhas. Neste momento já tinha chegado carros oficiais do Exército, que revistaram o Pallas.

Até então, os PMs não sabiam que o homem se tratava de um militar. Com ele, os policiais acharam uma pistola ponto 40, arma esta particular e que estava com o porte revogado pelo Exército desde 2011. 

"O sargento era procurado pela sua corporação, uma vez que era desertor e havia cerca de 15 dias não aparecia no posto de trabalho", contou um PM.

Segundo a polícia, o sargento fugia de soldados à paisana que estavam em um Palio descaracterizado da corporação e por isso se perdeu e bateu contra a árvore. O Palio também se envolveu em um acidente de trânsito a dois quarteiros do local onde o sargento se acidentou. 

"Pensei que fosse um bandido, pois ele abriu a porta e saiu numa boa", contou um rapaz que trabalha nas imediações e não quis se identificar.

O sargento foi preso em flagrante e entregue sob custódia do Exército. A reportagem procurou a corporação, mas não houve retorno.

A presença da PM e do Exército no local do acidente reuniu vários curiosos e houve até quem disse que a polícia tinha apreendido várias malas de dinheiro, antes da chegada da reportagem. Informação esta que foi negada pela polícia.

Segurança do Palácio da Alvorada barra comandantes da Marinha e do Exército


Eles chegaram adiantados para confraternização de Natal com a presidente e não puderam entrar na residência oficial.

Ailton Freitas


BRASÍLIA – A segurança no Palácio da Alvorada preparada para a confraternização de Natal da presidente Dilma Rousseff com o alto escalão do governo provou que não dá brechas para as regras. No começo da noite desta segunda-feira, ao chegaram cerca de 45 minutos antes do horário marcado para a festa, o comandante da Marinha, Julio Moura Neto, e o do Exército, Enzo Martins Peri, forram barrados pela segurança da residência oficial da presidente.

O encontro estava marcado para as 19h, mas a agenda da presidente foi alterada e o encontro remarcado para as 19h30. Uma comitiva com quatro carros que levavam os comandantes ao Alvorada foi proibida de ingressar no Palácio por volta das 18h45. Mesmo após anunciarem que se tratava dos comandantes, o grupo teve de voltar, após serem informados que a entrada só seria liberada às 19h30.

Logo depois dos carros dos militares deixarem o lugar, outros ministros e parlamentares que chegaram para o encontro tiveram mais sorte, após assessores perceberem que deveria ter acontecido algum problema de comunicação.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), e o líder do PP, Eduardo da Fonte (PE), foram liberados após um assessor do Palácio do Planalto pedir que eles fossem liberados.

http://oglobo.globo.com/pais/seguranca-do-palacio-da-alvorada-barra-comandantes-da-marinha-do-exercito-11086238

JORNAL DIÁRIO REGIONAL - 18.12.13


JORNAL TRIBUNA DE MINAS - 18.12.13


terça-feira, 17 de dezembro de 2013

GOVERNO MANTEM OBRIGATORIEDADE PARA FREIOS ABS E AIRBAG EM 2014

A obrigatoriedade de instalação de airbag e freios ABS em todos os carros novos foi mantida para o ano de 2014, anunciou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, nesta terça-feira (17), após reunião com representantes dos trabalhadores e do setor automobilístico em Brasília.
As resoluções 311 e 312 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), ambas de 2009, que determinam que estes itens de segurança devem ser obrigatórios já a partir do ano que vem em todos carros fabricados no Brasil, portanto, continuam valendo.
possível adiamento da entrada em vigor da obrigatoriedade para 100% dos carros chegou a ser avaliado pelo governo, segundo o Ministério da Fazenda, por conta da preocupação com preço dos carros, além do impacto no emprego do setor automobilístico - visto que algumas linhas de produção podem acabar.
Desde 2010, o Contran vem aumentando gradualmente o percentual dos carros novos que devem sair de fábrica com airbag e ABS, sistema que evita o travamento das rodas em frenagens bruscas.
Atualmente isso é obrigatório para 60% e o governo cogitou que no ano que vem não chegasse aos 100%, mas a 80%.
Entretanto, depois de discussão com representantes da indústria automobilística, a regra que determina a obrigatoriedade para todos os carros novos já em 2014 foi mantida.
Preço vai subir

Segundo Mantega, o preço dos carros populares, que não contam com esses equipamentos de segurança, vai subir de 4% a 8% no ano que vem para que eles sejam adequados. O governo estuda ainda reduzir o imposto de importação de autopeças sem similar nacional, para minimizar o impacto dessa medida no preço dos carros e no emprego.
A obrigatoriedade de airbag e ABS deve aposentar veículos que não podem ser adaptados às exigências. Mantega diz que pediu que a indústria automotiva tente realocar os trabalhadores que poderiam perder o emprego com o eventual encerramento de algumas linhas. Cálculos preliminares do setor automotivo indicam que poderia haver cerca de 4 mil demissões.
"Houve um apelo do ministro [Guido Mantega] para que as empresas estejam incumbidas deste tipo de produto que tentem realocação dos seus empregados", disse o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan. Ele não se comprometeu, entretanto, com a manutenção do emprego no setor.
Um dos carros que sairiam de linha seria a Kombi, cujo fim da produção foi anunciado em agosto passado. Porém, o ministro da Fazenda declarou que poderá haver uma "exceção" para ela.
"A Kombi terá de ser extinta. É onde poderá haver mais demissões. Mas poderemos criar excepcionalidade para a Kombi. Ela não é caminhonete, não é automóvel. É a Kombi. É um produto diferente e não tem similar. Nenhuma das empresas têm objeção que se dê uma exceção à Kombi para que possa sobreviver mais um ou dois anos. É algo que ainda vai ser analisado", declarou o ministro da Fazenda, que marcou outra reunião com a indústria automobilísta na próxima semana.
"Não aceitamos demissões e não acreditamos ser possível a absorção de trabalhadores em outras funções ou em outras fábricas", declarou Rafael Marques, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, após a reunião em Brasília. A entidade defendia que a obrigatoriedade de airbag e ABS em todos veículos fosse postergada para 2016. "A gente espera que o governo aceite a excepcionalidade da questão da Kombi, que evitaria grandes demissões."
A Volkswagen anunciou a despedida da Kombi em setembro passado, lançando a série especial Last Edition, limitada a 1.200 unidades e que custa R$ 85 mil - a versão tradicional custa cerca de R$ 47 mil. A linha da Kombi deveria seguir ativa até o próximo dia 20 - alguns proprietários, inclusive, ameaçam devolvê-la à empresa ou tentar algum tipo de indenização na Justiça, caso o modelo seja mantido em produção.
Testes de segurança

Testes de segurança independentes realizados pelo Latin NCap, braço latino-americano do Global NCAP, costumam atribuir notas baixas a carros que não possuem airbag.
Entre os avaliados recentemente, o Chevrolet Agile e o Renault Clio, ambos testados sem airbag, tiveram 0 de 5 estrelas possíveis no quesito proteção de adultos (assista aos vídeos).
O Latin NCAP e outras entidades ligadas a segurança veicular, à saúde e à defesa do consumidor divulgaram um manifesto nesta terça, contra o adiamento da obrigatoriedade dos equipamentos para 100% dos carros novos. "Apelamos para que o governo não endosse esse retrocesso. A indústria automobilística brasileira já investiu para poder oferecer a mesma proteção que os consumidores têm em outras partes do mundo", diz o comunicado.

Fiscalização da SAU é intensificada no comércio

17 de Dezembro de 2013 - 19:14

Por Tribuna


Com a proximidade das festas de fim de ano, a Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) tem intensificado, desde o dia 2 de dezembro, as fiscalizações no comércio de Juiz de Fora. A intenção é permitir que o consumidor possa fazer suas compras em segurança e de maneira tranquila. Sendo assim, operação "Boas festas" tem por objetivo verificar as questões de acessibilidade das vias públicas na cidade. Os fiscais atuam na retirada de obstáculos das ruas, na fiscalização de barracas, além de coibir a prática de ambulantes irregulares. "Nesta época, é comum o aumento do número de ambulantes, já que todos querem vender seus produtos. Nossa função é orientar os que estão regularizados sobre o excesso de produtos em suas barracas, além de fiscalizar mercadorias expostas fora do estabelecimento. Aqueles que estiverem em situação irregular serão convidados a se retirar, podendo até ter os produtos recolhidos", esclareceu o secretário de Atividades Urbanas, Basileu Tavares. Quinze fiscais são responsáveis pelo procedimento, que conta com o apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal.
A segunda operação, denominada "Natal saudável", tem por objetivo permitir que os consumidores comprem produtos próprios da época de qualidade. Fiscais da SAU se reuniram com diversos supermercados da cidade para de orientá-los sobre a fiscalização, informá-los sobre como armazenar os produtos de maneira correta e sobre o prazo de validade. Durante esta ação, 230 estabelecimentos serão fiscalizados. "Nossa intenção não é punir ninguém e nem recolher nada. Porém, se for necessário, vamos fazer. Queremos conscientizar os proprietários de que ao vender um produto de qualidade, ganha ele e ganha o consumidor, aquecendo assim as vendas, já que o cliente saí satisfeito". Os estabelecimentos serão visitados seguindo uma programação interna da pasta. No próximo dia 20, um relatório parcial das operações será divulgada.

Bancos entram em recesso ou mudam de horário no fim de ano

Agências fecham nos feriados nacionais e funcionam 2h na véspera de Natal

As agências bancárias do País terão o horário de atendimento alterado ou entrarão em recesso nos feriados do Natal e do Ano Novo, segundo divulgou a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) nesta terça-feira (17).
Os bancos vão fechar nos feriados nacionais do dia 25 de dezembro e 1º de janeiro e no último dia útil do ano (31).

Vão funcionar das 9h às 11h na véspera de Natal os bancos das federações que seguem o horário de verão, conforme resolução do Banco Central. São eles: Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minais Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

As agências localizadas em Estados com diferença de até 3h em relação ao horário de Brasília irão funcionar das 7h às 9h. As demais agências (em Estados fora do horário de verão) prestarão atendimento das 8h às 10h de acordo com o horário local.

Atendimento Alternativo

A população, mesmo durante os recessos, poderá utilizar outros canais de atendimento para realizar operações bancárias. São eles: internet banking, mobile banking, banco por telefone e correspondentes, como casas lotéricas e outros estabelecimentos comerciais credenciados.

As contas de consumo, como de água e luz, e os carnês que vencerem nos dias de recesso poderão ser pagas no próximo dia útil, sem multa.

As pessoas também podem agendar nos bancos os pagamentos das contas de consumo ou pagar as que têm código de barra nos caixas automáticos ou em correspondentes.

Os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos por meio do DDA (Débito Direto Autorizado).

A mudança de horário segue a resolução nº 2932 do Banco Central que exige que as agências ofereçam um atendimento mínimo de 2h durante a Quarta-feira de Cinzas, a véspera de Natal ou em outro casos como festividades locais.

http://noticias.r7.com/economia/bancos-entram-em-recesso-ou-mudam-de-horario-no-fim-de-ano-17122013