sábado, 15 de fevereiro de 2014

JORNAL TRIBUNA DE MINAS - 15.02.14


Dois militares são expulsos por desvio de alimentos no Exército em Juiz de Fora

15 de Fevereiro de 2014 - 07:00

Fraude no 4º Depósito de Suprimentos teve ainda outras sete pessoas condenadas pela Justiça Militar. Extravio pode ser o maior do país em unidades militares

Por Daniela Arbex

Nove pessoas, entre elas dois militares, três ex-militares e quatro civis, foram condenadas à prisão pela Justiça Militar em função do roubo de mais de 60 toneladas de alimentos do 4º Depósito de Suprimentos (DSup) do Exército em Juiz de Fora. O julgamento, ocorrido na última quinta-feira à noite, analisou a conduta de 19 acusados no processo que apurou o desvio de gêneros alimentícios na unidade responsável pelo abastecimento de outras 150 organizações militares no estado. Pela quantidade de mercadorias desviadas, este pode ser um dos maiores roubos do país envolvendo a corporação. Por causa da fraude, ocorrida durante sete meses no ano de 2005, duas pessoas que integram os quadros da instituição foram condenadas a seis anos de prisão e estão, automaticamente, excluídas das Forças Armadas. Outros três ex-militares também condenados a quatro e cinco anos de prisão já haviam sido licenciados da unidade, em função das denúncias. Entre os quatro civis condenados em regime aberto e semiaberto estão os responsáveis pelo transporte do material. Comerciantes da cidade indiciados e denunciados por participação no esquema foram absolvidos. O rombo causado pela quadrilha ultrapassa R$ 500 mil.
Mercados que integravam a lista de fornecedores do 4º DSup também foram investigados. O mentor do roubo é um sargento que integra os quadros da corporação há mais de 15 anos e recebe um salário superior a R$ 3 mil. Ele aproveitava os dias em que estava de serviço na guarda para comandar a retirada das mercadorias. A ação dos criminosos consistia no carregamento de caminhões de transporte com quantidade de alimentos superior ao previsto. Ao deixar a cidade, o veículo, que deveria seguir com arroz, café, leite, óleo, sal, amido e carne bovina para organizações militares do estado, era parcialmente descarregado na estrada. O material "extra" retornava para Juiz de Fora e era vendido aos mercados por preços muito inferiores aos praticados ou até mesmo revendido para o próprio Exército. Para realizar o serviço, o controle do estoque era burlado. A fim de conseguir a adesão de motoristas de transportadoras no negócio e dos chapas de caminhões, o sargento repartia o lucro do roubo e desembolsava cerca de R$ 400. Os soldados da unidade recebiam, na época, R$ 100, em média, a cada desvio praticado pela quadrilha. Os condenados ainda poderão recorrer da sentença.
A Tribuna entrou em contato com a auditoria do Superior Tribunal Militar, no final da tarde desta sexta-feira (14), mas foi informada que a juíza responsável pelo processo já havia saído. O jornal também procurou o Ministério Público Militar para comentar o caso, mas o horário de expediente já havia se encerrado, mesma situação ocorrida no 4º DSup.

Desvio de armas
Este não é o único caso de fraude ocorrida dentro do 4º Depósito de Suprimentos do Exército. No final de 2012, o desvio de armamentos e munições recolhidas pelos agentes de segurança no estado e pela campanha do desarmamento nacional veio à tona. Ao invés de serem destruídas, as armas eram roubadas do setor e renegociadas no mercado negro. O esquema contava com a participação de civis. No inquérito instaurado sobre o caso, 12 pessoas foram indiciadas, três delas militares que já foram licenciados da instituição. A apuração já comprovou que algumas armas desviadas foram apreendidas na cidade em episódios criminosos. Até hoje, o número de armas derramadas não foi divulgado. Por conta da fraude, todos os armamentos recolhidos em operações policiais na cidade estão passando por perícia metalográfica, para identificar a procedência dos materiais e a possível ligação com o depósito de onde elas foram roubadas. Em função da comprovada fragilidade no processo de destruição desses armamentos, o quartel adotou novas medidas de segurança desde então.
http://www.tribunademinas.com.br/cidade/dois-militares-s-o-expulsos-por-desvio-de-alimentos-no-exercito-1.1424035

“Acha a China” vence o 4º Concurso de Marchinhas de JF



Roni Valk, Ingrid Valk e Fátima Gouvêa são os vencedores do 4º Concurso de Marchinhas de Juiz de Fora – Prêmio Armando Toschi Ministrinho, com a composição “Acha a China”. O segundo lugar ficou com “100 anos de um menestrel”, dos compositores Jansen Narciso e Carlos Fernando Cunha. Já Nely Gonçalves classificou-se em terceiro lugar com “A mulher e o B.O.”, e Serjão ganhou o prêmio de melhor intérprete de marchinhas, por cantar “Já dizia o meu guru”.
        
Promovido pela Prefeitura de Juiz de Fora, através da Funalfa, o Concurso de Marchinhas teve sua final na noite da sexta-feira, 14, no Clube Sírio e Libanês. O concurso tem como objetivos promover a valorização da música carnavalesca, seus compositores e intérpretes.
  
Em sua quarta edição, o prêmio recebeu 55 inscrições. Doze composições participaram da final do concurso, que distribuiu R$ 4.100 em prêmios, sendo R$ 1.500 para o primeiro lugar e R$ 1.000 para o segundo. O terceiro colocado e a melhor intérprete de marchinha receberam R$ 800 cada.

* Informações com a Assessoria de Comunicação da Funalfa pelo telefone 3690-7044

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Horário de verão termina no domingo e relógio deve ser atrasado em uma hora


UMA HOMENAGEM AO 4º GAC PELOS SEUS 84 ANOS DE CRIAÇÃO
















Parabéns ao Grupo Marquês de Barbacena.

ANIVERSÁRIO DO AMIGO CEL REINALDO NONATO DE OLIVEIRA LIMA




Que Deus te proteja hoje e sempre. Vimos essa mensagem, gostamos e entregamos a você, de coração:

Deus com seu infinito poder está em toda parte, ao seu redor e dentro de você. 
Por ser o seu aniversário um dia tão especial, queremos de todo o coração te dizer o quanto os sonhos são importantes.
Jamais perca a sua fé em todas as coisas maravilhosas que podem te acontecer. 

Tenha tempo para sonhar e para olhar a vida como uma grande aventura a ser vivida. 
Não tenha certeza das coisas que te rodeiam, pois a alegria está em continuar lutando e conquistando. 
Nunca renuncie a um sonho, mesmo que ele te pareça impossível, pois quando os sonhos morrem, eles apodrecem dentro da gente e começam a enfestar tudo o que nos rodeia e de mansinho vão tomando conta dentro de nós o desanimo, a derrota e a sensação de inutilidade.  
Plante em seu coração a sementeira do amor, pois assim ampliarás os seus dias de alegria. 
Que o Senhor ilumine os seus caminhos levando a tristeza sempre pra longe, bem longe de você, enchendo seu coração com a divina fé e arrancando qualquer sentimento de orgulho, presunção ou egoísmo.

Continue a ser essa pessoa bacana que você é, pois a beleza interior é a que realmente conta diante de nosso Pai Celestial. 
O seu coração estará  onde estiver  a sua alegria de viver. 
Parabéns pela data importante que marca a sua entrada no mundo,

Feliz Aniversário!


Prefeitura de Bicas convida SAU para apresentar serviços de informação

Os serviços de Informação Básica (IB) e Consulta Prévia (CP), lançados pela Secretaria de Atividades Urbanas (SAU), da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), no ano passado na internet, está servindo de exemplo para outras cidades. A pedido da Prefeitura de Bicas, dois servidores da SAU foram até a cidade para apresentar o programa aos funcionários do município. Os programas têm como objetivo agilizar e facilitar a resposta sobre os pedidos de licenciamento imobiliário.

Desde seu lançamento, a CP já teve 5.785 acessos - 5.443 só este ano. Já a IB contabilizou 3.852 acessos. De acordo com o secretário de Atividades Urbanas, Basileu Tavares, o sistema é apenas o primeiro passo para a implantação da liberação de alvarás. “Não é nada de imediato, mas é algo que estamos trabalhando para implantar nos próximos anos.”

O sistema está ainda em período de testes e poderá sofrer alterações das informações, com a finalidade de obter melhorias e para que o atendimento às necessidades do cidadão possa ser realizado também no seguinte endereço: Avenida Barão do Rio Branco, 1843 - Centro – Juiz de Fora – MG. O site para acessar a IB e a CP é o www.sau.pjf.mg.gov.br.

* Informações com a Assessoria de Comunicação da SAU, pelo telefone 3690-7454.

Há 20 anos, modelo sem calcinha quase derrubou presidente do Brasil

Rodrigo Bertolotto
Do UOL, em São Paulo (SP)
Ampliar

Pivô de escândalo presidencial há 20 anos, Lilian Ramos vive como celebridade em Roma16 fotos

3 / 16
A foto no camarote da Marquês do Sapucaí com Lilian Ramos com uma genitália desnuda e o presidente Itamar Franco ao lado rendeu polêmica na imprensa e Congresso depois daquele Carnaval de 1994 Marcelo Carnaval/Agência O Globo
Há 20 anos uma genitália desnuda abalava a democracia brasileira. Em todos os jornais e revistas, a modelo e atriz Lilian Ramos apareceu sem calcinha ao lado do então presidente da República Itamar Franco em um camarote da Marquês do Sapucaí durante o Carnaval de 1994. Não faltaram editoriais na imprensa, discursos no Congresso e recursos jurídicos pedindo o afastamento do mandatário nacional.
À época, o país tinha fresco na memória o impeachment de Fernando Collor, cujo vice, Itamar, havia assumido a Presidência em seu lugar no final de 1992. O pouco apoio dos partidos e a atitude "saidinha" do presidente colaboravam com a oposição que queria tirá-lo do palácio do Planalto.
A turbulência política começou no dia 15 de fevereiro de 1994 e durou algumas semanas, mas foi esquecida quando, cinco meses depois, Itamar lançou o plano econômico que lançou a moeda que existe até hoje, o Real.
"Hoje dá vontade de rir dessa história. Foi uma forma ridícula de tentar atingir a moral do presidente. Pensei em processar todo mundo, mas preferi ir embora do Brasil", relembra Lilian Ramos em entrevista ao UOL.
Ela está de férias, como faz todos os anos durante o inverno europeu. Lilian, 49, leva uma vida de socialite em Roma atualmente, desfilando pela chamada "dolce vita" da capital italiana.
Há 20 anos na Itália, ela participou de programas de auditório e de séries humorísticas na TV local, figurou em filmes e estampou capas de revistas de fofoca e celebridades. O casamento com um empresário da construção civil deu passaporte para as altas rodas da sociedade romana e suas festas de arromba. Lilian até gravou CDs cantando em italiano.
"A Itália me valorizou. Já no Brasil só falavam coisas ruins de mim. Falaram que eu era uma oportunista. Eu só perdi com esse episódio", afirma Lilian.

LILIAN RAMOS EM FILME, EM CARNAVAL POLÊMICO E NA TV ITALIANA

Antes de ser alçada à fama nacional e internacional, Lilian já era conhecida como destaque no Carnaval carioca, desfilando pela escola de samba Grande Rio. Na virada dos anos 1980 para 1990, ela ilustrou em poses nuas várias revistas masculinas --muitas delas faziam referências explícitas à semelhança física com a cantora Fafá de Belém.
Além disso, ela atuou como coadjuvante em programas de TV ("Trapalhões", "A Praça é Nossa" e "O Bronco") e de filmes da Boca do Lixo paulistana (como "A Rota do Brilho", cujos protagonistas eram Alexandre Frota e Gretchen).
Lilian lembra muito bem que quem a colocou no camarote presidencial foi o deputado federal Valdemar Costa Netto, hoje condenado e preso pelo caso do Mensalão. "O Valdemar disse que o presidente queria me conhecer, que tinha me achado bonitinha. Achei que ia ficar uns 15 minutos por lá. Como o presidente foi muito gentil e cavalheiro, acabei ficando três horas por lá", lembra.
Como chegou ao local logo após desfilar como destaque na Grande Rio, Lilian tirou sua fantasia de metal e cobriu o corpo com uma camiseta grande. O que ela e Itamar Franco não contavam é que os fotógrafos embaixo do camarote tivessem um ângulo inusitado para registrar o encontro do presidente com a então quase desconhecida.
Itamar, morto em 2011 quando era senador, teve o mandato presidencial marcado por aparições públicas em que flertou com mulheres, que podiam ser desde modelos em feiras industriais até políticas em recepções públicas. Divorciado à época, ele angariou fama de galanteador como mandatário.
Nos dias seguintes ao escândalo carnavalesco, Lilian teve que desmentir que era namorada de Itamar, apesar das fotos de abraços e cochichos no camarote. "Foi tamanho o burburinho que o Valdemar me ofereceu até uma candidatura a deputada federal pelo PL. Não aceitei. Me sentia usada e manipulada. Preferi sair do país. Guardo mágoa do episódio", relata Lilian.
http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2014/02/14/ha-20-anos-modelo-sem-calcinha-quase-derruba-presidente-do-brasil.htm

SEMINÁRIO DO CNJ REAFIRMA PAPEL DA JUSTIÇA MILITAR



A Justiça Militar Brasileira teve reafirmada, na quarta-feira, sua manutenção como ramo autônomo do Poder Judiciário. Essa foi uma das conclusões dos participantes da oficina organizada pelo Conselho Nacional de Justiça. Foto - STM


Nota DefesaNet,

Matéria associada:

STM -STF - CNJ - Justiça Militar – Perspectivas e Transformações Link

O Editor


A Justiça Militar Brasileira teve reafirmada, na quarta-feira (12FEV14), sua manutenção como ramo autônomo do Poder Judiciário. Essa foi uma das conclusões dos participantes da oficina organizada pelo Conselho Nacional de Justiça.
O resultado dos três painéis foi positivo tanto para a Justiça Militar da União quanto para a Justiça Militar Estadual.
A necessidade de uma Justiça Especializada para julgar crimes militares definidos em lei penal especial foi reafirmada pelos especialistas que participaram do painel que tratava do tema.
Os especialistas que participaram do segundo painel concluíram pela ampliação da competência da Justiça Militar. A proposta é que ela julgue, além da matéria criminal, questões relacionadas ao Direito Administrativo.
A ideia acerca da reformulação da estrutura desta Justiça também entrou em pauta. A importância do escabinato no julgamento das matérias foi confirmada, com a proposta de manutenção da composição majoritária de militares na Corte.
Os resultados debatidos nos três painéis servirão de subsídio ao relatório final do grupo de trabalho do CNJ encarregado de fazer um diagnóstico da Justiça Militar no Brasil. O grupo foi criado em abril do ano passado, por meio de portaria do Conselho.
Oficina - Sob a coordenação da conselheira Luiza Frischeisen, a oficina reuniu, além de conselheiros, representantes do Poder Judiciário, do Ministério Público Federal, de Associações de Magistrados e da Associação dos Servidores da Justiça Militar da União (ASSEJUMI).
A vice-presidente do Superior Tribunal Militar, ministra Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rocha, na abertura do evento, falou sobre a realidade da Justiça Militar da União e sobre a importância da sua atuação na sociedade brasileira.
Ao defender a existência da Justiça Militar, a ministra ressaltou que a celeridade processual é fundamental para a integridade das Forças Armadas, responsáveis hoje por operações de Garantia da Lei e da Ordem essenciais para a segurança pública.
A ministra relembrou que os fatos recentes de casos de indisciplina nas Forças Auxiliares, bem como o motim, revelam o quanto é importante existir uma Justiça Especializada que rapidamente possa coibir condutas inadequadas e criminosas nas tropas.
A ampliação da competência da JMU também fez parte do pronunciamento da ministra Elizabeth, que defende que a Justiça Militar da União também julgue as infrações disciplinares e a matéria civil prevista na Constituição Federal.
http://www.defesanet.com.br/stm/noticia/14195/Seminario-do-CNJ-reafirma-papel-da-Justica-Militar-/

Militares realizam treinamento em Juiz de Fora visando a Copa Mundo


juiz_de_fora

Visando a Copa do Mundo, mais de 30 veículos foram adquiridos pelo 17º Batalhão de Juiz de Fora. Nesta quarta-feira (12) houve o investimento no treinamento dos militares para operações de resgate e salvamento. Cerca de 12 integrantes das equipes de atendimento hospitalar, que vão atuar na Copa, receberam o curso.
Segundo o capitão Fernando Mendes, o trabalho serve como apoio aos auxiliares em grandes eventos. “Quando estiver em caos ou colapso, podemos atuar em apoio, reforçando as equipes de salvamento”, disse.
O curso foi ministrado por uma multinacional americana especializada em salvamento. E de acordo com o diretor do curso, Edward Filho, os militares aprenderam a manusear as ferramentas. “Eles vão aprender tanto a cortar um veículo para o resgate, estabilizar e trabalhar com as ferramentas”, afirmou.
O 17º Batalhão logístico de Juiz de Fora é pioneiro nessas atividades. A ideia é que os militares sejam multiplicadores de conhecimento, repassando o conteúdo aprendido para outros batalhões da região. Segundo a sargento Manuela Gomes, eles poderão ajudar a aperfeiçoar as tropas. “Após o treinamento, eles estarão participando como instrutores e monitores em outros batalhões”, disse.
Na próxima sexta-feira (14), em Rio Novo, acontece a segunda etapa do treinamento, que é o salvamento aquático. E na próxima semana, a equipe vai participar de um simpósio conjunto com o Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária e Polícia Federal para finalizar a preparação.
http://www.forte.jor.br/2014/02/13/militares-realizam-treinamento-em-juiz-de-fora-visando-a-copa-mundo/

Cratera no meio da rua no Costa Carvalho há mais de vinte dias

13 de Fevereiro de 2014 - 21:57


Por Flavia Crizanto

Uma cratera aberta no meio da Avenida Mascarenhas, no Bairro Costa Carvalho, Zona Sudeste, tem oferecido risco às pessoas que circulam na região. Mesmo com madeiras, cavaletes e outros objetos colocados para alertar os motoristas, moradores da via disseram que freadas e quase batidas entre carros e motos são comuns.
O buraco fica próximo a uma curva, o que dificulta ainda mais a visão do obstáculo. Moradores afirmam que já pediram providências para a correção do problema, que persiste há mais de 20 dias. No entanto, até ontem a situação continuava igual.
http://www.tribunademinas.com.br/vida-urbana/cratera-no-meio-da-rua-no-costa-carvalho-1.1423568

DIRETORES DO E. C. SÃO CARLOS COMEMORAM O ANIVERSÁRIO DE IVETE GOMES


Na noite da última quinta-feira o presidente do Esporte Clube São Carlos, José Maria Veloso, acompanhado de sua esposa Marlene e do diretor de Comunicação Social, Luiz Eduardo Schmitz, receberam a amiga do clube Ivete Gomes para um tira-gosto em comemoração a seu aniversário.

Por lá também circularam muitos nomes notícias da cidade de Juiz de Fora.













Jovem de 18 anos é preso suspeito de praticar estupros em JF

14 de Fevereiro de 2014 - 11:30


Por Tribuna

A Polícia Civil apresentou nesta manhã, na Casa da Mulher, o homem suspeito de estuprar uma enfermeira, 25 anos, no Bairro Poço Rico, região Sudeste. De acordo com as informações da Polícia Civil, o jovem, de 18 anos, confessou ter praticado o crime, mediante ameaça de morte com um canivete, mas negou ter roubado a bolsa da vítima. Ele também é suspeito de atacado outras três mulheres em Juiz de Fora, segundo informações da Polícia Civil.
De acordo com a delegada de mulheres, Maria Pontes, em um dos casos investigados, na época do crime, o suspeito ainda não havia chegado a maioridade, mas o estupro teria sido consumado. Nas outras duas situações, já com 18 anos, houve a tentativa, sem êxito. A última ação do rapaz pode ter sido no mês passado, quando ele agarrou uma mulher de 53 anos, que conseguiu escapar, também no Bairro Poço Rico.
A prisão do suspeito aconteceu no Centro de Juiz de Fora, perto do local onde o jovem trabalhava como balconista. Ele foi detido por meio de uma mandado judicial, válido por 15 dias e prorrogável por mais 15. O jovem é morador da Zona Norte da cidade e havia completado 18 anos em outubro do ano passado. Segundo a delegada, ele será indiciado por estupro e pode pegar de seis a dez anos de reclusão.
http://www.tribunademinas.com.br/cidade/jovem-de-18-anos-e-preso-suspeito-de-praticar-estupros-em-jf-1.1423811

POLÍCIA CIVIL DE JUIZ DE FORA APRESENTOU AGORA À IMPRENSA O SUSPEITO DO ESTUPRO DA JOVEM NO BAIRRO POÇO RICO NO INÍCIO DE JANEIRO DESTE ANO.

O SUSPEITO ESTÁ PRESO E SE CONDENADO VAI ENVELHECER NO CERESP .

ELE TEM 18 ANOS DE NOME CARLOS VICTOR DE JESUS

DAQUI A POUCO A MATÉRIA COMPLETA NO NOSSO PRIORIDADE MÁXIMA

PROGRAMA PRIORIDADE MÁXIMA AGORA TAMBÉM COM SUA PRÓPRIA TV

ACESSE:

WWW.PRIORIDADEMAXIMA.COM.BR


ESPERO VOCÊ . . .

INCÊNDIO NA NOITE DE 5ª FEIRA EM JUIZ DE FORA

13 de Fevereiro de 2014 - 21:53


Por Tribuna

Um incêndio em um dos 27 quartos de um hotel, localizado na Avenida Getúlio Vargas, quase esquina com a Rua São Sebastião, região central, mobilizou cinco viaturas do Corpo de Bombeiros no começo da noite desta quinta-feira (13). Segundo populares, por volta das 19h, o fogo começou em um cômodo no terceiro andar, que não estava ocupado no momento. Uma senhora de 81 anos, que estava no primeiro andar, precisou ser retirada pela corporação, mas dispensou cuidados médicos. Não houve vítimas. Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros Demétrius Bastos Goulart, o incêndio não propagou para outros quartos e, a princípio, teria sido motivado por um curto circuito.
A área do hotel foi isolada, e o trânsito na Getúlio Vargas operou em meia pista entre as ruas São Sebastião e Afonso Pinto da Mota até as 20h30. A ação de combate às chamas envolveu 12 bombeiros, que utilizaram cerca de 2.500 litros de água para apagar o fogo, que consumiu toda a mobília do quarto. Até o fechamento desta edição, a Defesa Civil era aguardada no local.
Durante a ocorrência, o gerente do hotel, 46 anos, acabou preso pela PM por porte ilegal de armas. De acordo com o tenente Marcus Leandro da Silva, da 3ª Cia de Missões Especiais (3ª CME), no começo do incêndio, o homem teria pego a arma - um revólver Rossi calibre 22, com sete munições intactas -, e a colocado em uma bolsa, que foi levada para o seu carro. A arma e as munições foram apreendidas.
http://www.tribunademinas.com.br/cidade/incendio-em-hotel-na-getulio-mobiliza-bombeiros-1.1423566

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

JORNAL TRIBUNA DE MINAS - 13.02.14


Tatiana Bejani é indiciada em quatro inquéritos

12 de Fevereiro de 2014 - 17:57

Por Tribuna


O delegado Eurico da Cunha Neto, da 7ª Delegacia de Polícia Civil, indiciou por estelionato Tatina Bejani. Segundo ele, há seis inquéritos que investigam a prática criminosa da mulher. Ela é suspeita de cometer crimes de estelionatos praticados via internet, alugando casas inexistentes no litoral do Rio de Janeiro.
Segundo ele, quatro procedimentos já foram encaminhados à Justiça, porém, não foi possível precisar o valor que a mulher ganhou aplicando os golpes. "Muitas pessoas que foram vítimas não procuraram a polícia, então, fica difícil calcular este montante." Outras duas investigações estão sendo feitas pelo delegado Leonardo Bueno, também da 7ª Delegacia. De acordo com ele, ainda estão sendo feitas diligências e serão pedidas quebras de sigilo bancário e de e-mail de Tatiana.
A mulher foi presa pela Polícia Militar no dia 21 janeiro, em um salão de beleza no Centro. Desde então, ela está detida na penitenciaria Ariosvaldo Campos Pires. Tatiana é filha do ex-prefeito Alberto Bejani.
http://www.tribunademinas.com.br/cidade/tatiana-bejani-e-indiciada-em-quatro-inqueritos-1.1422997