sábado, 5 de abril de 2014

NOTA DE FALECIMENTO - MORRE O ATOR JOSÉ WILKER

Conhecido também por sua atuação como crítico de cinema, ele teria sofrido um infarte fulminante em casa.

Publicado:
Atualizado:
O ator como o coronel Jesuíno na novela "Gabriela" Foto: Divulgação
O ator como o coronel Jesuíno na novela "Gabriela" Divulgação
RIO - O ator, diretor e crítico de cinema José Wilker morreu neste sábado, aos 66 anos. De acordo com as primeiras notícias, ele teve um infarte fulminante em casa, na Zona Sul do Rio de Janeiro, conforme adiantou a coluna de Ancelmo Gois

Um dos artistas mais atuantes da televisão e do cinema brasileiros, Wilker pôde ser visto recentemente na novela "Amor à vida" como o médico Herbert. 

Cearense de Juazeiro do Norte, começou trabalhando como locutor de rádio. Aos 19 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro. Chegou a estudar Sociologia, mas abandonou o curso para se dedicar definitivamente ao teatro. Fez sua estreia no cinema no filme "A falecida", em 1965, apesar de seu nome não ter aparecido nos créditos. 

Foram muitos os personagens de sucesso de Wilker no cinema - ele atuou em 49 filmes - e na televisão. Em "Dona flor e seus dois maridos", em 1976, ele imortalizou o personagem Vadinho, inspirado no romance de Jorge Amado. O filme foi a maior bilheteria do cinema nacional até 2010. Trabalhou também em "Bye Bye Brasil", em 1979, e ficou marcado por papéis emblemáticos como o político Tenório Cavalcanti em "O homem da capa preta" e Antonio Conselheiro em "A Guerra de Canudos". 

Em 1985, viveu o inesquecível Roque Santeiro, da novela homônima exibida na TV Globo.
Também na TV Globo, deixou sua marca na direção em programas como o humorístico "Sai de Baixo" (1996) e as novelas "Louco Amor" (1983), de Gilberto Braga, e "Transas e Caretas" (1984), de Lauro César Muniz. Trabalhou também na TV Manchete, dirigindo duas novelas em que também atuava: "Carmem" (1987), de Gloria Perez, e "Corpo Santo" (1987), de José Louzeiro.

O ator deixa três filhas, Isabel, Mariana e Madá.

http://oglobo.globo.com/cultura/morre-ator-diretor-jose-wilker-aos-66-anos-12102357

ENCONTRO ENTRE AMIGOS NO ESPORTE CLUBE SÃO CARLOS

Ontem, o Esporte Clube São Carlos deu continuidade ao seu já tradicional Encontro Entre Amigos estreando um novo dia para receber seus convidados.

Por solicitações de vários participantes o clube passou de quinta para sexta-feira o Encontro Entre Amigos, onde os ilustres amigos podem ficar até mais tarde, já que a grande maioria não têm atividades profissionais no sábado.

As fotos registram as ilustres presenças.
















JORNAL TRIBUNA DE MINAS - 05.04.14


JUIZ DE FORA URGENTE - TCE rejeita reajuste de ônibus

04 de Abril de 2014 - 18:18

Para tribunal, passagem deve ser mantida em R$ 2,05 enquanto processo de 2013 estiver em julgamento; PJF vai aguardar decisão

Por Tribuna






Atualizada às 21h41

O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG) negou nesta sexta-feira (4) o requerimento de reajuste da passagem de ônibus urbano em Juiz de Fora. O documento foi encaminhado pela Procuradoria Geral do Município na última quarta-feira, 2 de abril, e, de acordo com o órgão, solicitava autorização para implantação do aumento de 9,7% da tarifa embasado em cálculo que considerava a correção inflacionária medida pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) no período de julho de 2012 a março de 2014. Com o reajuste, o preço da passagem subiria de R$ 2,05 para R$ 2,25.

De acordo com a assessoria de comunicação do TCE-MG, o conselheiro relator José Alves Viana negou o requerimento pelo entendimento de que o aumento da passagem de ônibus em Juiz de Fora só poderá ocorrer após a decisão sobre o processo que tramita no Tribunal em função de denúncias feitas pelo Ministério Público (MP) no ano passado. Os questionamentos são acerca do reajuste praticado pela Prefeitura em julho de 2011, durante a gestão de Custódio Mattos, pelo qual a tarifa passou para o valor de R$ 1,95. De acordo com o MP, o sistema utilizado para o cálculo do reajuste contrariava a metodologia estabelecida pelo Ministério dos Transportes. 

Ainda não há expectativa de quando haverá decisão sobre processo, conforme informações do TCE-MG. Até lá, a tarifa de ônibus não poderá sofrer alteração de valor. Caso isso ocorra, segundo o TCE, haverá aplicação de multa de R$ 10 mil por dia. A Prefeitura de Juiz de Fora informou, por meio de sua assessoria, que irá acatar a decisão do Tribunal de Contas e  aguardar os desdobramentos do processo em tramitação.
Revogação
Na última terça-feira, o prefeito Bruno Siqueira assinou decreto aprovando o valor de R$ 2,25 da tarifa, que entraria em vigor neste sábado.Na quinta-feira, a administração decidiu revogar a decisão. De acordo com a assessoria da Prefeitura, a medida foi tomada diante da ausência de resposta do TCE-MG em relação à "consulta formal" que havia sido encaminhada ao órgão.
Histórico
O último reajuste da passagem de ônibus de Juiz de Fora ocorreu em julho de 2012. Em 2013, a medida do Governo Federal que zerou o imposto PIS/Confins para as tarifas de transporte coletivo garantiu que o valor ficasse inalterado. Desde agosto do ano passado, mediante a ação do Ministério Público, o TCE-MG determinou que não haveria reajuste enquanto o processo fosse julgado.

http://www.tribunademinas.com.br/economia/tce-rejeita-reajuste-de-onibus-em-jf-1.1445432

sexta-feira, 4 de abril de 2014

NOTA DE FALECIMENTO - IVIS BENTO DE LIMA

Faleceu o amigo Ivis Bento Lima, natural de São João del Rei, ex-superintendente do Banco Credireal, ex-professor da UFSJDR, antiga Funrei. 

Que Deus dê conforto aos seus familiares e amigos.

Vá em paz meu grande amigo, me orgulho de ter vivido bons e felizes momentos ao seu lado. Vai deixar, certamente, uma grande lacuna em nossas vidas.

Sempre haveremos de nos lembrar de sua alegria e daquela risada inconfundível.



EX-PREFEITO CUSTÓDIO MATTOS SERÁ NOMEADO SECRETÁRIO EM MINAS GERAIS

NO PRIMEIRO ESCALÃO

O ex-prefeito Custódio Mattos, que fez aniversário ontem, ganhou um presente e tanto. Foi convidado e aceitou fazer parte do primeiro escalão do governador Alberto Pinto Coelho, que toma posse hoje. Ele vai ocupar a Secretaria-Geral, órgão que terá gestão sobre as demais pastas, repetindo um modelo adotado por Aécio Neves quando nomeou o professor Antonio Anastasia para implantar o choque de gestão e coordenar os programas desenvolvidos pelo Governo. 

Enquanto a gestão política deve ficar com o secretário de Governo, Danilo de Castro - que acompanhou Alberto em toda a jornada -, Custódio deve tomar conta da área administrativa, função, aliás, que lhe agrada por estar ligada diretamente à sua formação técnica. 

O anúncio deve ser feito ainda hoje, logo após a cerimônia de passagem de cargo, marcada para meio-dia no Palácio da Liberdade. Antes, às 10h, o presidente da Assembleia, Dinis Pinheiro, dará posse ao novo governador.

http://www.tribunademinas.com.br/painel/painel-1.1444950

JORNAL TRIBUNA DE MINAS - 04.04.14


UM TREMENDO ABSURDO - Cemig solicita reajuste de 29,74% nas tarifas

04 de Abril de 2014 - 06:00


Por Tribuna



A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) confirmou o recebimento da proposta de revisão tarifária do serviço de distribuição de energia prestado pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). No documento, a Cemig solicita reajuste de 29,74% nas tarifas. 

Por meio de sua assessoria, a Aneel disse que o índice ainda não está definido, mas explicou que o pedido faz parte do processo que regulamenta o cálculo anual do reajuste, considerando a inflação nos últimos 12 meses, os custos para compra e transporte de energia e pagamentos de encargos do setor. O reajuste oficial previsto pela Aneel será divulgado na próxima segunda-feira, após a assembleia ordinária da entidade.

Nos últimos anos, a Aneel autorizou reajustes menores que o proposto pela companhia.

Em 2013, o aumento foi de 11,23%. Procurada pela Tribuna, a assessoria de comunicação da Cemig, em Juiz de Fora, informou que não irá se pronunciar sobre o pedido.

Membro das comissões de Defesa do Consumidor e de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, o deputado federal Weliton Prado (PT/MG) confirmou à Tribuna que estará presente na reunião da Aneel na próxima segunda-feira, na capital. "Vou contrapor os índices pedidos pela Cemig, que são abusivos. O reajuste é necessário, mas não precisa ser tão alto. O grande problema é que a carga tributária recai para as classe menos favorecidas, que arcam os os mesmos custos de pessoas com melhor condição financeira", comentou.

Segundo o parlamentar, a justificativa para o reajuste de quase 30% dada pela Cemig está relacionada ao aporte financeiro feito pelo Governo e o empréstimo solicitado aos bancos para a utilização das usinas termoelétricas. "Segundo a Cemig, a compensação deste aumento será diluída ao consumidor nos próximos cinco anos."

http://www.tribunademinas.com.br/economia/cemig-solicita-reajuste-de-29-74-nas-tarifas-1.1444944

MAIS UM ASSASSINATO EM JUIZ DE FORA

04 de Abril de 2014 - 09:43

Por Tribuna



Um homem de 26 anos foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (4) no Bairro Barbosa Lage, na Zona Norte de Juiz de Fora. Segundo informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi chamada ao local após denúncias de que uma pessoa estaria caída em um beco da Rua Antônio Guimarães Peralva que dá acesso à Rua Sebastiana Rosa Freitas. No local, os policiais constataram que o jovem possuía vários ferimentos. O Samu foi acionado e constatou o óbito de William Douglas Cavalieri Pavão. A perícia também esteve no local e afirmou que o jovem foi atingido por quatro tiros na cabeça. O corpo foi encaminhado ao IML.

Ainda de acordo com a PM, no local, foram recolhidas informações sobre os possíveis autores do crime. A vítima, que recebeu várias ligações antes do homicídio, inclusive de uma pessoa que estaria presa, teria sido atraída ao local por uma moradora do Parque das Torres. Os criminosos não foram localizados e o caso será investigado pela Polícia Civil.

http://www.tribunademinas.com.br/cidade/homem-e-morto-com-quatro-tiros-na-cabeca-na-zona-norte-1.1445056

Ministério da Justiça multa Cogumelo do Sol em R$ 98 mil por propaganda enganosa

o globo (Email)
Publicado:
Empresa não teria comprovação científica das propriedades terapêuticas de seu produto Foto: REPRODUÇÃO
Empresa não teria comprovação científica das propriedades terapêuticas de seu produto REPRODUÇÃO
RIO - A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ), por meio do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), condenou a empresa Cogumelo do Sol Agaricus do Brasil ao pagamento de multa de R$ 98.784. A penalidade é consequência de processo que apurava infrações às normas de defesa do consumidor, e que identificou que a empresa praticou propaganda enganosa.

Em 2010, o DPDC recebeu ofício do Ministério Público do Estado de Minas Gerais sobre o assunto, o que deu início às investigações.Segundo apurado pelo departamento, a Cogumelo do Sol promoveu material publicitário explorando supostas propriedades terapêuticas de produto com o mesmo nome, anunciando que o alimento serviria para prevenção, tratamento e cura de doenças. Contudo, o Ministério da Saúde declarou que não havia qualquer comprovação científica sobre essas propriedades. 

Em sua defesa, a Cogumelo do Sol sustentou que seus produtos não fazem mal à saúde dos usuários e que vinha se adequando à legislação sanitária brasileira. Contudo, as alegações não foram acolhidas pelo DPDC, que verificou a ocorrência da publicidade enganosa e aplicou a sanção. A aplicação da multa levou em consideração os critérios do Código de Defesa do Consumidor. 

O valor deve ser depositado em favor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD) do Ministério da Justiça e será aplicado em ações voltadas à proteção do meio ambiente, do patrimônio público e da defesa dos consumidores. 

Procurada para comentar o assunto pelo GLOBO, a empresa afirmou que desde 2010 adequou a propaganda de seu produto ao que determina o CDC, em razão de ter respondido, em anos anteriores, a processos sobre a mesma irregularidade.

http://oglobo.globo.com/economia/defesa-do-consumidor/ministerio-da-justica-multa-cogumelo-do-sol-em-98-mil-por-propaganda-enganosa-12081747

quarta-feira, 2 de abril de 2014

ANIVERSÁRIO DE AMIGOS - 02.04.14

Ten Edson Medeiros

Ten Anderson Araújo

 
Humberto Novelino


Médica de Juiz de Fora é presa por mandar cortar pênis do ex-noivo mantém perfil no Facebook

Myriam teria orquestrado a vingança após
noivo pôr fim a relacionamento
Foto: Reprodução/Facebook
Policiais civis de Minas Gerais prenderam a médica mineira Myriam Priscilla de Rezende Castro, de 34 anos, no interior de São Paulo, durante a manhã desta terça-feira (1º). Condenada a cumprir pena de seis anos de reclusão por ter contratado três homens para cortar o pênis do ex-noivo, ela teria se mudado para a cidade paulista de Pirassununga, com o intuito de escapar da prisão.

O crime ocorreu em Juiz de Fora, na Zona da Mata, no ano de 2002. A vítima, Wendel José de Souza, rompeu o noivado com Myriam três dias antes da data em que os dois se casariam. Revoltada, a médica contou com a ajuda do pai, Walter Ferreira de Castro, atualmente com 76 anos, para contratar dois homens que mutilaram o ex.

Myriam também trabalhava atualmente na cidade de Cachoeira Paulista. Em 2011, a médica criou um perfil no Facebook. Entre as postagens feitas é possível encontrar fotos de viagens, além de mensagens religiosas e de apoio a defensores dos animais. As informações disponibilizadas na rede social indicam que a mineira chegou a se casar em 2012 e, até então, vivia uma rotina tranquila no interior paulista.





O crime
Antes de sofrer a agressão, Wendel teria sido ameaçado por Myriam. Durante o julgamento, a promotoria revelou que a vítima chegou a ter a casa e o carro incendiados pela acusada, como demonstração de que a médica queria se vingar a qualquer custo. Integrante de uma família rica e conhecida em Juiz de Fora, ela contou com a ajuda do pai para contratar três homens para executar a mutilação.

No dia em que foi rendido pelos agressores, Wendel estava em companhia do irmão, que chegou a desmaiar diante da violência da cena. Os executores usaram uma faca para cortar o pênis do rapaz e fizeram questão de dizer que estava agindo a mando da ex-noiva e do pai dela na ocasião.

Myriam se mudou para Barbacena após o fato, onde continuou atuando como clínica geral até o final de 2013. A transferência para Pirassununga, no interior de São Paulo, ocorreu imediatamente após sua sentença transitar em julgado, confirmando a pena de seis anos de reclusão devido à prática do crime de lesão corporal gravíssima.



Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook
 
Até então, a médica havia conseguido manter a liberdade com base em uma sequência de recursos judiciais, o que não caberia mais após a decisão final da Justiça. Ela estava saindo de casa, um condomínio de luxo, para o trabalho, na manhã desta terça-feira, quando a equipe de policiais civis da Coordenação de Operações da Superintendência de Investigação e Polícia Judiciária (SIPJ) da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais efetuou a prisão.

Myriam chega à Capital mineira na noite desta terça-feira e será encaminhada à Penitenciária Feminina Estêvão Pinto. Nos próximos dias, ela deve ser transferida para a cidade de Juiz de Fora, onde se dará a execução da pena.


Fonte: Bahz


http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,medica-e-presa-por-mandar-cortar-o-penis-do-noivo,1148205,0.htm

Mulher que xingou porteiro de "negro sujo, escuridão" é condenada em Juiz de Fora

A autônoma Cybele Andrade Maia, que xingou um porteiro de “negro sujo, seboso, crioulo, escuridão”, foi condenada a prestar serviços comunitários por um ano e ao pagamento de multa, cujo valor não foi revelado. A decisão é da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), que manteve sentença da 4ª Vara Criminal de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. A mulher foi condenada por injúria racial.

Conforme o processo, o porteiro alega que em abril de 2009 estava no edifício em que trabalhava quando a autônoma, moradora do prédio, o insultou. Os xingamentos, conforme o homem, ocorreu em tom de voz alto e na presença de várias pessoas. Ainda conforme a vítima, em maio do mesmo ano, a mulher tentou agredir e intimidar declarando que o porteiro não sabia com quem estava lidando e argumentado que nada poderia lhe acontecer, já que seu irmão era advogado. O homem, então, ajuizou queixa-crime.
 
Em julho de 2012, o juiz Cristiano Álvares Valladares do Lago, condenou a moradora, por injúria racial, a um ano de reclusão em regime aberto e 10 dias-multa, substituída a pena privativa de liberdade por uma restritiva de direito. Pela sentença, a mulher deveria prestar serviços à comunidade, à Central de Acompanhamento de Penas e Medidas Alternativas (Ceapa) ou a entidade semelhante, mas pôde recorrer em liberdade. Na sentença, o juiz absolveu a ré da acusação de difamação, porque não houve ofensa à reputação do trabalhador.
 
A defesa da mulher recorreu da condenação alegando que ela deveria ser absolvida. Entretanto, a decisão foi mantida. Para os desembargadores Flávio Leite, Walter Luiz e Kárin Emmerich, o registro de ocorrência e a prova oral colhida durante a instrução processual comprovaram a materialidade do crime e a autoria.
 
Flávio Leite ressaltou que outro morador do prédio afirmou que a mulher se exaltou porque o porteiro demorou a abrir o portão e proferiu expressões preconceituosas quanto a à cor de pele do trabalhador.

http://www.hojeemdia.com.br/minas/mulher-que-xingou-porteiro-de-negro-sujo-escurid-o-e-condenada-em-juiz-de-fora-1.231309

terça-feira, 1 de abril de 2014

JORNAL TRIBUNA DE MINAS - 02.04.14


Incêndio toma conta de dois edifícios no Centro do Rio de Janeiro

O fogo assustou pessoas que estavam em outros prédios
O fogo assustou pessoas que estavam em outros prédios Foto: Foto via WhatsApp
Antero Gomes
 

 
Um incêndio de grandes proporções atingiu dois imóveis no Centro do Rio. O fogo começou no segundo andar de um sobrado de três andares na esquina da Rua do Rosário com a Rua da Quitanda, onde funciona uma farmácia. Havia funcionários na hora, por volta de 19h30m. Eles saíram correndo. 

O prédio inteiro foi tomado pelo fogo. Em seguida, o incêndio se espalhou para a cobertura de um edifício que fica atrás. Muitas pessoas que trabalham nas proximidades esperaram um pouco mais para sair dos seus trabalhos, com medo das fagulhas. 

Cerca de 30 bombeiros dos quartéis de bombeiros Central, de Santa Teresa e de São Cristóvão, ainda estão no local combatendo as chamas. Não há feridos. 

As informações chegaram via WhatsApp do EXTRA (21 998099952)

Foto: Internet / Foto via WhatsApp


http://extra.globo.com/noticias/rio/incendio-toma-conta-de-dois-edificios-no-centro-do-rio-12061207.html#ixzz2xgkWVpvT

Marinha diz que primeiro tsunami já atingiu norte do Chile

Segundo Centro de Alerta, tsunami foi gerado na costa norte do país após um terremoto de magnitude 8,0

AFP / Frederick Florin 

Sismógrafo mede intensidade de terremoto

Sismógrafo mede intensidade de terremoto: tremor de magnitude 8,0 atingiu o norte do Chile Santiago .


A Marinha do Chile afirmou que um tsunami já atingiu algumas áreas no norte do país após um forte terremoto no litoral.

O terremoto, de magnitude 8,0, atingiu a costa do Chile nesta terça-feira, provocando um alerta de tsunami para toda a costa do Pacífico do Sul e da América Central, informou o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico.

Mais informações em breve.

http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/terremoto-gera-tsunami-de-quase-2-metros-no-chile-diz-centro-de-alerta

Prefeito de Juiz de Fora aprova aumento da passagem de ônibus

01 de Abril de 2014 - 21:04



Por Tribuna





O prefeito Bruno Siqueira aprovou o valor de R$ 2,25 para a passagem de ônibus, conforme decreto publicado nesta terça-feira (1º). No texto, ele justifica o reajuste de 9,7% como "único meio capaz de assegurar a continuidade, boa qualidade dos serviços públicos prestados aos usuários e o equilíbrio econômico-financeiro do sistema." Ele explica que o aumento corrige a defasagem da tarifa, que há 20 meses não é reajustada. O novo valor entra em vigor no próximo sábado, 5 de abril.

O último reajuste da passagem de ônibus de Juiz de Fora ocorreu em julho de 2012, quando a tarifa subiu de R$ 1,95 para os atuais R$ 2,05. Em 2013, a medida do Governo Federal de zerar o imposto PIS/Confins para as tarifas de transporte coletivo garantiu que o valor ficasse inalterado. Para o cálculo deste ano, pela primeira vez, a secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) considerou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fixado em 10,44%, no período entre julho de 2012 e março de 2014.

O uso do IPCA foi consenso entre Settra e Ministério Público. O órgão questionava a antiga metodologia utilizada pela secretaria. Se fosse considerado o sistema de cálculo anterior, a passagem de ônibus aumentaria para R$ 2,31.
Melhorias

Durante audiência pública realizada na Câmara Municipal para apresentação do reajuste, o titular da Settra, Rodrigo Tortoriello, apresentou ações de melhorias para o sistema de transporte. Dentre estas, a criação de um centro de controle operacional (CCO) que irá monitorar as linhas em tempo real, em maio, e a inserção de painéis eletrônicos nos pontos de ônibus, no segundo semestre.

http://www.tribunademinas.com.br/economia/prefeito-aprova-aumento-da-passagem-de-onibus-1.1444024

MAIS UM JOVEM É ASSASSINADO EM JUIZ DE FORA HOJE A TARDE

01 de Abril de 2014 - 16:39

Vítima de 24 anos foi atingido por tiro na nuca e morreu na porta do estabelecimento

Por Tribuna

Um rapaz de 24 anos foi morto na porta de um bar e mercearia no Bairro Vila Esperança II, na Zona Norte de Juiz de Fora, na tarde desta terça-feira (1º). A vítima, Samuel Marques da Silva, estava no estabelecimento, na esquina das ruas José Ribeiro Sobrinho com Maria Soares da Silva, comprando ovos para a mãe, pouco antes das 15h. 

De acordo com a Polícia Militar, dois homens em uma moto pararam em frente à mercearia, quando o carona desceu do veículo e disparou três tiros em direção a Samuel. Somente um tiro teria acertado o rapaz. Ainda conforme a polícia, o projétil entrou pela nuca e saiu pela boca, quebrando dois dentes de Samuel, que morreu no local. O Samu constatou o óbito, e a perícia da Polícia Civil realizou os trabalhos de praxe.

Ainda não há informações sobre a motivação do crime, mas acredita-se que a vítima conhecia o autor, uma vez que Samuel teria corrido assim que percebeu a presença do atirador. O suspeito fugiu de moto com o comparsa e ainda não foi localizado. A equipe da Delegacia de Homicídios esteve no local para iniciar as investigações.

http://www.tribunademinas.com.br/cidade/jovem-e-morto-enquanto-comprava-ovos-em-mercearia-1.1443951

FEIJOADA CESAR ROMERO 2014 - FALTAM 67 DIAS



ANIVERSÁRIO DE AMIGOS - MARCELO MACEDO

Que Deus te proteja hoje e sempre. Vimos essa mensagem, gostamos e entregamos a você, de coração:

Deus com seu infinito poder está em toda parte, ao seu redor e dentro de você. 
Por ser o seu aniversário um dia tão especial, queremos de todo o coração te dizer o quanto os sonhos são importantes.
 
Jamais perca a sua fé em todas as coisas maravilhosas que podem te acontecer. 

Tenha tempo para sonhar e para olhar a vida como uma grande aventura a ser vivida. 
 
Não tenha certeza das coisas que te rodeiam, pois a alegria está em continuar lutando e conquistando. 
 
Nunca renuncie a um sonho, mesmo que ele te pareça impossível, pois quando os sonhos morrem, eles apodrecem dentro da gente e começam a enfestar tudo o que nos rodeia e de mansinho vão tomando conta dentro de nós o desanimo, a derrota e a sensação de inutilidade.  
 
Plante em seu coração a sementeira do amor, pois assim ampliarás os seus dias de alegria. 
 
Que o Senhor ilumine os seus caminhos levando a tristeza sempre pra longe, bem longe de você, enchendo seu coração com a divina fé e arrancando qualquer sentimento de orgulho, presunção ou egoísmo.

Continue a ser essa pessoa bacana que você é, pois a beleza interior é a que realmente conta diante de nosso Pai Celestial. 
 
O seu coração estará  onde estiver  a sua alegria de viver. 
 
Parabéns pela data importante que marca a sua entrada no mundo.

Feliz Aniversário!
 
 

Comando da 2ª Divisão de Exército - Passagem de Comando

www.exercito.mil.br
São Paulo (SP)
Com a presença do Ministro do Superior Tribunal Militar, Gen Ex Luis Carlos Gomes Mattos, e do Comandante Militar do Sudeste, Gen Ex Adhemar da Costa Machado Filho, foi realizada no dia 27 de março, no Quartel General do Ibirapuera, a solenidade de passagem do cargo de Comandante da 2ª Divisão de Exército do General de Divisão Floriano Peixoto Vieira Neto ao General de Brigada Carlos dos Santos Sardinha
Foto: Comando da 2ª Divisão de Exército
Foto: Comando da 2ª Divisão de Exército

segunda-feira, 31 de março de 2014

JORNAL TRIBUNA DE MINAS - 01.04.14


TARDE BENEFICENTE DA ASCOMCER - CONVITE


Vale a pena ler este artigo - A falta que fazem Itamar e Hargreaves

Itf

Acusações, tricas e futricas entre os poderosos dão-nos saudades do Presidente Itamar Franco e de seu Chefe da Casa Civil, Henrique Hargreaves.

Itamar chegou ao poder por acaso, com a queda de Collor. Era visto por muitos como insignificante e desastrado. Hargreaves era antigo funcionário da Câmara, famoso pelo conhecimento de leis fundamentais para o relacionamento do Executivo com o Congresso. Itamar levou-o para o Palácio.

Concentremo-nos em algumas atitudes da dupla, quando o Presidente do Senado encastela-se para defender-se de acusações que pipocam novas a cada semana e o presidente da República desafia uma subordinada a provar alguma coisa contra a Ministra Chefe da Casa Civil, como se a esta faltasse língua ou capacidade.

Autoridades, inclusive o Presidente da República, não satisfeitas com a dose, repetem o comportamento, com pequenas variações, no caso em que o Secretário Nacional de Justiça é suspeito de atividades que vão contra, precisamente, a justiça.

Ao assumir a presidência, Itamar pediu a renúncia de todos os ministros, direito seu. A versão anedótica (que não é verdadeira, mas conto-a para ilustrar o fato), foi que, ao incluir os três ministros militares (Exército, Marinha e Aeronáutica — ainda não havia Ministério da Defesa) na troca, teria sido procurado por um alarmado Fernando Henrique, perguntando-lhe se ia mesmo demitir os três ministros militares (coisa que Itamar fez). 

Itamar perguntou a Fernando Henrique: "Por que, Fernando, você está preocupado com eles?" Ao que este teria respondido: "Não, Itamar, estou preocupado com você!"

A cena não aconteceu. Conferi com as fontes. Mas a versão viveu na minha cabeça e ainda vive no imaginário de muitos observadores. Ela é significativa por expressar o susto do observadores com a "audácia" de Itamar: pedir a renúncia dos ministros militares. Isso nunca tinha acontecido. Não foi audácia, foi apenas simplicidade e retidão. O presidente é dono de todos os cargos de ministros, e pediu-os. Os ministros militares em nada diferiam de seus colegas, exceto por usarem farda.

Foi o ato mais importante para restabelecer a primazia do poder civil no Brasil pós-regime militar.

O outro episódio tem mais a ver com a situação de hoje. Hargreaves, Chefe da Casa Civil, foi acusado de algum ato ilícito e pediu para sair do cargo, para não embaraçar seu chefe, o presidente.

Com a mesma singeleza com que pediu e recebeu os cargos dos ministros militares, Itamar anunciou publicamente as acusações a Hargreaves e informou que ele seria afastado enquanto durassem as investigações. Concluídas as investigações, com a mesma singeleza, Itamar anunciou que, como nada havia sido encontrado de ilegal ou desabonador no comportamento de Hargreaves, ele voltava à Chefia da Casa Civil.

As lições que ficam:
  1. Negar repetidamente acusações que aparecem de todos os lados, numa democraria, não transforma mentiras em verdades de tanto repeti-las. Goebbels só conseguiu fazer isso porque o nazismo era uma ditadura.

  2. Na democracia, mais importante do que defender-se ou a amigos com retórica é usar a luz do sol como o melhor desinfetante. Nixon e Clinton foram penalizados porque mentiram. John Dean, advogado da Casa Branca no período de Nixon, conta em seu livro Blind Ambition como a teia de trapalhadas e mentiras vai ficando cada vez mais espessa. Acabou na cadeia junto com outros colegas de alto coturno. John Mitchell, Ministro da Justiça de Nixon, foi condenado, preso e algemado e assim saiu de seu escritório, rumo à prisão.

  3. Precisamos de alguma regra, a se estabelecer não sei se por costume ou por lei, que defina a Presidência da República e o Supremo Tribunal Federal como cargos terminais. Depois deles, voltar à política partidária ou à banca privada não pode ser aceitável. Evita-se o espetáculo de um ex-presidente da república batendo boca no Senado, ainda que em sua defesa.

  4. Presidentes não batem boca com subordinados, desafiando-os a provar isso ou aquilo, seja em defesa própria, seja em defesa dos aliados. Esta atitude não combina com a tal "liturgia do cargo," abusivamente citada. Quanto mais crescem as crises, menos "litúrgicas" ficam as atitudes de gregos, troianos, maranhenses, pernambucanos e paulistas.

  5. Ex-presidentes e ex-ministros do STF precisam ter uma pensão decente para não terem desculpa para precisar voltar à política ou à banca.
Até hoje não sei se Itamar foi embaixador na Itália, OEA e em Portugal porque precisava do salário ou se porque Fernando Henrique o queria longe.
  1. Ex-presidentes não ficam falando mal de seus sucessores. Eduardo VII, filho da Rainha Vitória e Rei da Inglaterra por pouco tempo, recebeu um pedido de clemência para um regicida, ao que respondeu: "Não posso perdoar as pessoas que matam os membros da minha profissão." De ex-presidentes, espera-se bons exemplos e excelentes comportamentos.
Quando Hillary Clinton foi eleita senadora, um repórter perguntou ao ex-presidente Clinton se ele iria morar em Washington, ao que ele respondeu: "Depende de vocês [repórteres]. Se vocês ficarem me fazendo perguntas a toda hora sobre o atual governo, vou embora daqui." (Não precisou esclarecer que não faz parte do comportamento de ex-presidentes ficar criticando os membros de sua profissão, nem dividindo as sociedades e politéias.)

Finalmente, cinco e meia da manhã, inverno em Washington, um dia qualquer, muito frio, saída de passageiros internacionais do Aeroporto Dulles, na Virginia, vi, acompanhado de uma ou duas de suas filhas, de roupa esporte, o ex-presidente Itamar Franco, em pé, perdido entre as pessoas comuns que esperam amigos que chegam. Hargreaves estava no vôo. Tive o impulso de dizer a Itamar: "Bom dia, Presidente, o doutor Hargreaves está na alfândega, mas deve sair já." Mas minha timidez me impediu.

Então digo hoje: Bom dia, presidente. O senhor, o doutor Hargreaves e seus exemplos deixaram saudades.

* Publicado originalmente em 10/05/2010.

http://ordemlivre.org/posts/a-falta-que-fazem-itamar-e-hargreaves--2

O melhor uísque do mundo é da Tasmânia, segundo premiação

RIO - O melhor uísque do mundo vem de uma destilaria da Tasmânia. Sullivans Cove recebeu a referida classificação pelo World Whiskies Awards, da publicação britânica "Whisky Magazine". Um dos jurados definiu o sabor da bebida produzida na ilha australiana como "mel, baunilha e feno".

Desde que a premiação foi instituída, em 2007, os vencedores eram produtores da Escócia ou do Japão. Da Escócia, os single malts agraciados foram os das destilarias de Ardbeg (duas vezes), Talisker e Highland Park. Do Japão, Yamazaki (duas vezes) e Yoichi.

Após desbancar cerca de 300 competidores, o diretor da empresa produtora da bebida, Patrick Maguire, comemorou o resultado: “Este é, provavelmente, o maior prêmio do mundo destinado a uísques.” Segundo ele, a o produto já vinha arrebatando troféus há alguns anos, mas nenhum tão importante quanto este.

Maguire destacou o caráter artesanal da produção da bebida, que, até agora, teve apenas 516 garrafas fabricadas. "Somos produtores muito pequenos e temos o luxo de poder ajustar as coisas pessoalmente. Não usamos sistemas automáticos. Então, produzimos a partir do coração."

http://ela.oglobo.globo.com/vida/o-melhor-uisque-do-mundo-da-tasmania-segundo-premiacao-12039863

Militar de Campinas registra em vídeo rotina na área mais miserável do Haiti

Cabo do Exército filmou patrulha, contato com crianças e dia a dia na base.
G1 Campinas fez série sobre relações da cidade com o país caribenho.

Lana Torres * Do G1 Campinas e Região, em Porto Príncipe


Em Cité Soleil, ou Cidade do Sol, crianças e porcos disputam espaço na mesma montanha de lixo. O cenário, da miséria em seu nível extremo, compõe a realidade do local de trabalho de militares de Campinas (SP), que foram incumbidos de fazer a segurança na região mais crítica do Haiti, segundo a Missão das Nações Unidas no país (Minustah). 

A pedido do G1, um dos 700 soldados que viajaram da cidade paulista para o país caribenho registrou e narrou com uma câmera o dia a dia do pelotão, desde os momentos de descontração na base até a ligação que eles estabelecem com o local e a população nativa. 

O resultado (veja acima) é a primeira reportagem de uma série sobre as relações entre Campinas e o Haiti, que será publicada a partir desta segunda-feira (31).
Com 200 mil habitantes, Cité Soleil é uma espécie de cidade-satélite, ou distrito, da capital Porto Príncipe. Pelas ruelas daquela região, é possível conhecer a pobreza em escala ainda não experimentada pelas populações mais miseráveis do Brasil, por exemplo.
“Existem situações, particularmente na capital, que são de miséria, mas não só isso. É uma situação de precariedade, muito superior à de qualquer outro país da América Latina. 

Em alguns bairros da capital, isso fica muito claro. É uma população que há anos está entregue a uma noção de ‘degaje nou’, que quer dizer ‘a gente se vira’. E isso é muito precário”, afirma Omar Ribeiro Thomaz, sociólogo da Unicamp, que estuda há 16 anos o Haiti.

Dia a dia na região onde os militares de Campinas atuam na Missão de Paz do Haiti (Foto: Lana Torres / G1) 
Dia a dia na região onde os militares de Campinas atuam na Missão de Paz do Haiti (Foto: Lana Torres / G1)
 
O brasileiro Manoel Felix da Cruz Neto conheceu e tem vivido de perto esta realidade ( veja o vídeo acima). Com o codinome “Cabo Félix”, ele escuta há 4 meses, enquanto percorre as ruas de Cité Soleil, os chamados das crianças haitianas, apelidadas por ele e pelos colegas de “petit”.

"É uma população que há anos está entregue à noção de ‘degaje nou’, que quer dizer ‘a gente se vira’. E isso é muito precário"
 
Omar Ribeiro Thomaz, sociólogo da Unicamp
 
“Hey, you! Chocolat! Hey, you! Chocolat!”, gritam repetidas vezes durante o patrulhamento dos militares, na esperança de ganharem um doce, como lhes ensinaram os soldados estadunidenses. Acabam por se contentar com um colo, um afago ou o cumprimento de batidas de mãos, já que os brasileiros são proibidos de alimentar a população fora das atividades sociais específicas para este fim.

Rotina
A base militar da Cidade do Sol, composta em sua maioria por militares de Campinas, possui quatro pelotões, que se revezam nas atividades internas e no patrulhamento. De acordo com o comandante da companhia, o capitão Márcio Rodrigo Ribas, a patrulha pelas ruas é feita aproximadamente seis vezes por dias, cada uma com duração de duas a quatro horas.


“Sem dúvida nenhuma, no Haiti como um todo, esta é a área com maior criminalidade. A gente observa por aqui confrontos entre gangues e sempre com política envolvida. Isso porque, se um político dominar certa região, ele tem voto para ele. Então, ele financia o chefe da gangue e eles tentam conquistar votos e poder naquela região, por meio do uso da força.”, afirma.

Dia a dia na região onde os militares de Campinas atuam na Missão de Paz do Haiti (Foto: Lana Torres/G1) 
'Petit' brinca próximo a rio que foi tomado pelo lixo
no Haiti (Foto: Lana Torres/G1)
 
Segundo o próprio Exército brasileiro, os três últimos incidentes criminosos de maior proporção registrados naquela região até a visita da reportagem, há um mês, ocorreram em agosto, janeiro e fevereiro, ou seja, três em um intervalo de sete meses.
Sem perspectiva do início da retirada das tropas antes de 2015, cabo Félix e seus colegas seguem na rotina de carregar mais de 20 quilos de equipamentos, entre colete, capacete e armamento, enquanto vigiam Cité Soleil. “A patrulha dura três horas e, nesse período, a gente roda o bairro de diferentes maneiras. É muito calor, o sol sempre está forte, o equipamento também é muito quente e pesado”, conta.

Os haitianos
O comportamento da população durante a passagem dos fardados pelas ruas e vielas varia entre a indiferença, a desconfiança, o apoio e a euforia – esta última, sobretudo dos “petit”, que nascidos há menos de 10 anos, ou seja, depois que a Minustah foi criada, cresceram acostumados à presença de fuzis e roupa camuflada.


"A nossa ideia é buscar a maior aproximação possível. Eu acredito que esta proximidade não tira o respeito. Na hora que eu tiver que impor a ordem, tiver que fazer uma ação mais dura, eu vou fazer"
 
Coronel Anísio David de Oliveira Junior, comandande das tropas brasileiras no Haiti
 
Neste dia, no entanto, uma “arma” diferente arrancou sorrisos e gritaria durante a patrulha dos campineiros pelas ruas de Cité Soleil. Os pequenos pareciam não acreditar no que viam no visor do celular empunhado por Félix: eles próprios. Com a câmera voltada para eles, a patrulha virou, para aquelas crianças, uma festa.

Para o comandante do atual contingente brasileiro no Haiti, o coronel Anísio David de Oliveira Junior, a proximidade do contingente com a população é positiva, embora ele admita a dificuldade em estabelecer um limite entre este envolvimento e o distanciamento necessário para o cumprimento de algumas atividades.

“A nossa ideia é buscar a maior aproximação possível. Eu dei uma determinação que cada comandante de companhia traga pelo menos três líderes comunitários para almoçar comigo e conhecer a base. Nosso objetivo é realmente conhecer muito o pessoal. Eu realmente não consegui visualizar qual o limite que eu tenho que ter. Porque eu acredito que esta proximidade não tira o respeito. Na hora que eu tiver que impor a ordem, que eu tenho que fazer uma ação mais dura, eu vou fazer”, defendeu.

Dia a dia na região onde os militares de Campinas atuam na Missão de Paz do Haiti (Foto: Lana Torres / G1) 
Equipe de Campinas faz patrulhamento em porto
de Cité Soleil (Foto: Lana Torres / G1)
 
O que se vê lá fora
No percurso feito pelos militares, além do trânsito caótico, onde a buzina é o único componente de “sinalização” disponível, é possível observar também a indistinção da população, por força das circunstâncias, entre o público e o privado. Com o calor forte e a falta de infraestrutura nas casas, é comum, por exemplo, flagrar o banho improvisado, a soneca e até a lição “de casa” sendo executados pelos estudantes ali mesmo nas calçadas.


Comida, roupa, carvão e livros, tudo é vendido informalmente em barracas, ou mesmo no chão, que é transformado em uma caótica vitrine de "um pouco de tudo". Para os haitianos, o preço é em gourde, moeda local. Para os estrangeiros, a venda é feita em dólar, dinheiro que foi incorporado a comércio haitiano. A cotação chega a até quarenta gourdes por dólar.

Da casa simples em que vive, com paredes inacabadas e sem energia elétrica, um morador de pouco mais de 50 anos observa o contingente e comenta que, desde que a segurança seja garantida à população do bairro, ele não se importa com a presença dos estrangeiros ali. “Aqui era muito violento. Se eles nos protegerem, não há problema nenhum”, diz. O artista, enquanto vende seus quadros na praça, já demonstra mais entusiasmo: “Quando a Minustah sair, não haverá mais Haiti. Não haverá Haiti”, repete com veemência.

O que se vê aqui dentro
A companhia militar responsável por Cité Soleil é constituída exclusivamente por homens. A base, ao contrário daquela que abriga a maior parte do contingente, em Porto Príncipe, é menor e fica dentro da área de cinco quilômetros quadrados, que é de responsabilidade do grupo. “Aqui, a gente sai na porta e já está na área em que trabalhamos”, explica o comandante Ribas.


Dia a dia na região onde os militares de Campinas atuam na Missão de Paz do Haiti (Foto: Lana Torres / G1) 
Base militar de Cité Soleil, composta na maioria por
soldados de Campinas (Foto: Lana Torres / G1)
 
É comum a presença de crianças na porta da sede da companhia. Os “petit” chamam os militares pelo nome e já dominam a língua portuguesa. A cada entrada e saída de viatura, eles se aproximam e pedem água, comida ou dinheiro. Na extremidade oposta da base, uma área antes usada como banheiro a céu aberto pela população, foi transformada em uma quadra de futebol.

Os soldados, que ficam pelo menos seis meses fora de casa, têm estrutura para se comunicar com a família por telefone, e, embora as áreas de lazer sejam limitadas, o grupo tem uma área onde fazem confraternizações, como churrasco e aniversários, além de academia disponível 24 horas por dia. Os militares que atuam no Haiti são voluntários, no sentido que podem escolher ou não participar da Minustah. Pelo trabalho fora de casa, eles recebem um salário adicional, pago pela ONU.

* A repórter viajou a convite do Ministério da Defesa.

Assista aos vídeos no link abaixo:

http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2014/03/militar-de-campinas-registra-em-video-rotina-na-area-mais-miseravel-do-haiti.html