sexta-feira, 19 de setembro de 2014

ANIVERSÁRIO DE AMIGOS - 18.09.13


Cel Fernando Salgado Filho

Ten Ana Paula Lemos Freire


Eliane Lima Menini

CARNAVAL JUIZ DE FORA, 2015 - ORDEM DOS DESFILES


Carnaval 2015

Grupo A

Unidos das Vilas do Retiro
Feliz Lembrança
Unidos do Ladeira
Real Grandeza
Juventude Imperial
Turunas do Riachuelo

Grupo B

MOCIDADE DO PROGRESSO
VALE DO PARAIBUNA
PARTIDO ALTO
ACADÊMICOS DO MANOEL HONÓRIO 
RIVAIS DA PRIMAVERA
MOCIDADE ALEGRE


MAIS UM ESCÂNDALO - ESTADO DE SÃO PAULO


Dilma tem 37%, Marina, 30%, e Aécio, 17%, diz pesquisa Datafolha

http://g1.globo.com/politica/eleicoes/2014/noticia/2014/09/dilma-tem-37-marina-30-e-aecio-17-diz-pesquisa-datafolha.html


Em simulação de 2º turno, Dilma e Marina estão empatadas tecnicamente.
Instituto ouviu 5.340 eleitores nos dias 17 e 18 de setembro.


Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (19) pelo jornal "Folha de S.Paulo" aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:

Dilma Rousseff (PT): 37%
Marina Silva (PSB): 30%
Aécio Neves (PSDB): 17%
Pastor Everaldo (PSC): 1%
Luciana Genro (PSOL): 1%
Eduardo Jorge (PV): 1%
Zé Maria (PSTU): 0%*
Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
Eymael (PSDC): 0%*
Levy Fidelix (PRTB): 0%*
Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Branco/nulo/nenhum: 6%
- Não sabe: 7%
* Cada um dos cinco indicados com 0% não atingiu, individualmente, 1% das intenções de voto. Somados, eles têm 1%.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 10, Dilma tinha 36%, Marina, 33%, e Aécio, 15%.
Segundo o Datafolha, é a primeira vez que Dilma abre vantagem sobre Marina desde a entrada da candidata do PSB na disputa, em agosto, após a morte de Eduardo Campos. A vantagem da petista passou de 3 para 7 pontos.
Segundo turno
O levantamento divulgado nesta sexta indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma e Marina, as candidatas aparecem empatadas tecnicamente. A candidata do PSB tem 46% e a do PT, 44%. Na semana passada, Marina, com 47%, e Dilma, com 43%, também estavam tecnicamente empatadas.
Na simulação de segundo turno entre Dilma e Aécio, a petista vence por 49% a 39% (49% a 38% na semana anterior).
O instituto também fez uma simulação entre Marina e Aécio. O resultado foi 49% a 35% para a candidata do PSB (ante os 54% a 30% do último levantamento).
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".
O Datafolha ouviu 5.340 eleitores em 265 municípios nos dias 17 e 18 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00665/2014.
Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes:
- Dilma Rousseff: 30%
- Marina Silva: 24%
- Aécio Neves: 12%
- Outras respostas: 1%
- Em branco/nulo/nenhum: 6%
- Não sabe: 26%
Rejeição
A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.
- Dilma Roussef: 33%
- Marina Silva: 22%
- Aécio Neves: 21%
- Pastor Everaldo: 21%
- Zé Maria: 18%
- Levy Fidelix: 18%
- Eymael: 17%
- Luciana Genro: 16%
- Rui Costa Pimenta: 15%
- Eduardo Jorge: 15%
- Mauro Iasi: 14%
Avaliação da presidente
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 37% dos entrevistados, que se refere aos entrevistados que classificaram o governo como “ótimo” ou “bom”.
Os que julgam o governo “ruim” ou “péssimo” são 24%, segundo o Datafolha. Para 38%, o governo é "regular". Os dois índices são os mesmos do levantamento anterior.
O resultado da avaliação é:
- Ótimo/bom: 37%
- Regular: 38%
- Ruim/péssimo: 24%
- Não sabe: 2%
A nota média atribuída pelos entrevistados ao governo foi 6,1.
Encontrou algum erro? Fale conosco
Pesquisa eleitoral Datafolha para presidente da República (Foto: Editoria de Arte/G1)

E A CRISE CHEGOU - Merenda e transporte reduzidos na Amac

Interrupção de vale-transporte, restrição de merenda e escassez de produtos de higiene estão prejudicando programas sociais mantidos pela Associação Municipal de Apoio Comunitário (Amac). Um dos projetos mais atingidos seria o “Casa da menina artesã”, em que já teria sido registrada a desistência de jovens assistidas. O problema é apontado por funcionários que trabalham na associação, que vêm apresentando queixas ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinserpu). A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) confirma e atribui a situação ao atraso de repasses de verbas pelo Governo de Minas Gerais. Segundo a Administração, são noves meses de atraso de recursos totalizando R$ 405.913,42, o que vem prejudicando o custeio de insumos para projetos mantidos por convênio entre a Secretaria de Educação (SE), a Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS) e a Amac.
Segundo a Administração municipal, o problema ainda não inviabilizou nenhum projeto e, conforme o Governo estadual informou ontem à Tribuna, os recursos devem estar disponíveis para o município nos próximos dias. As verbas são referentes ao Piso Mineiro de Assistência Social, valor para repasses às prefeituras baseado no número de famílias cadastradas em projetos sociais dos municípios. O Governo não explicou o motivo do atraso.
Uma funcionária da Amac, que não quis se identificar, afirma que no “Casa da menina artesã” a interrupção do fornecimento de vales-transporte e a diminuição na merenda já teria provocado desistência de jovens assistidas pelo programa. “Já houve aula cancelada por falta de alunas, que não vieram porque não tinha vale. Os funcionários estão preocupados e querem uma informação sobre o que está acontecendo”, diz a servidora. Outros insumos em falta seriam produtos de limpeza e papel higiênico, sendo que alguns funcionários já teriam arcado com a compra desses materiais.
O racionamento também estaria atingindo os Curumins, centros de acolhimento que prestam serviços de atividades sociais e convivência a crianças com idade entre cinco e 14 anos. Segundo o Sinserpu, dezenas de reclamações vêm sendo feitas no sindicato desde julho deste ano. De acordo com o presidente do Sinserpu, Amarildo Romanazzi, a mais frequente diz respeito à diminuição no fornecimento da merenda. “Ele está racionada. As crianças têm recebido menos comida. Também tem muita reclamação de falta de material de limpeza e de funcionários que pagaram do próprio bolso para prover esses insumos.” O sindicato, no entanto, não sabe precisar quais setores são atingidos e em que medida.

Sedese promete pagar piso nos próximos dias

Segundo a assessoria da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), o problema diz respeito aos atrasos nos repasses do Governo estadual, que cobre as despesas de custeio e manutenção dos projetos. Além da responsabilidade do Município em pagar os funcionários, os projetos sociais são mantidos com verbas federais e estaduais, estas últimas destinadas a questões estruturais e provimento de insumos. Segundo a assessoria, os recursos estaduais estariam em débito de mais de R$ 400 mil, o que está deixando a Prefeitura em dificuldades na manutenção dos projetos sociais. A falta de repasse estadual, oriundo da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) atinge, inclusive, outros municípios mineiros. Segundo a assessoria da Sedese, o pagamento do Piso Mineiro de Assistência Social, relativo ao período entre janeiro e setembro de 2014, foi iniciado esta semana, de modo que a Administração municipal receberá o montante de R$ 463.514,26 nos próximos dias.
Dificuldades
Criada em 1985, a Amac é uma associação sem fins lucrativos que cumpre com serviços de assistência social em Juiz de Fora, sendo o principal braço da Prefeitura no desenvolvimento de projetos sociais. Conta hoje com cerca de 1.400 funcionários que atendem a mais de 15 mil pessoas. Entre os projetos desenvolvidas pela Amac estão o “Casa da menina artesã”, “Casa do pequeno artista”, “Agente do amanhã”, “Casa do pequeno jardineiro”, que atendem à população infantil e adolescente em atividades de formação cidadã e profissional, além de projetos com adultos e idosos.
Entretanto, a associação convive com dificuldades financeiras e sofre processos na Justiça por ter contratado funcionários sem realização de concurso público. Há um impasse entre pontos de vista que a consideram uma entidade de direito público, o que torna o concurso obrigatório, e outros que a consideram de direito privado, o que permitiria à entidade autonomia para contratar sem concurso.
http://www.tribunademinas.com.br/merenda-e-transporte-reduzidos-na-amac/

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

STF libera circulação de revista que vincula Cid Gomes ao escândalo da Petrobras


O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta quarta-feira, 17, a circulação de exemplares da revista IstoÉ que incluem suposto envolvimento de Cid Gomes (Pros) no escândalo da Petrobras. Em sua decisão, o ministro considerou como “censura prévia” decisão da juíza Maria Marleide Maciel que proibia veiculação da publicação.

“A decisão reclamada impôs censura prévia a uma publicação jornalística em situação que não admite esse tipo de providência. Ao contrário, todos os parâmetros acima apontam no sentido de que a solução adequada é permitir a divulgação da notícia, podendo o interessado valer-se de mecanismos de reparação a posteriori (posterior à publicação)”, disse o ministro no despacho.

No último domingo, a juíza decidiu impedir a circulação da revista, chegando a cobrar o recolhimento do material e prevendo multa de R$ 5 milhões no caso de descumprimento da decisão. A ordem seguia ação dos advogados de Cid Gomes (Pros), que acusavam a revista de “calúnia, difamação e dano moral”.
Delação premiada
Desde o último fim de semana, já circulava informação de que o governador teria sido citado pelo ex-diretor da Petrobras entre supostos envolvidos no pagamento de propinas pela estatal. A acusação inclui depoimento de delação premiada do ex-gestor, onde ele lista supostos beneficiados por pagamento de propinas na estatal - entre eles o governador do Ceará. Cid nega a questão e se diz vítima de “armação clara” por seus adversários políticos.
Em sua decisão, o ministro não descarta irregularidades no vazamento da delação premiada de Paulo Roberto Costa. Ele afirma, no entanto, que isto não poderia ser base para proibir a veiculação do conteúdo.
Em entrevista ao O POVO na noite desta terça-feira, o candidato do PMDB ao governo, Eunício Oliveira, negou qualquer relação com a matéria. "Eu desafio que alguém possa imaginar que eu seja acionista de qualquer revista ou de qualquer jornal do Brasil", disse.
A reportagem tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa do governo do Estado, mas não obteve resposta até este momento.
http://www.opovo.com.br/app/politica/2014/09/17/noticiaspoliticas,3316186/stf-libera-circulacao-de-revista-que-vincula-cid-gomes-ao-escandalo-da-petrobras.shtml

FESTA DO CAVALO EM TORREÕES

Mais uma fez o vereador João do Joaninho promoveu a Festa do Cavalo em Torreões, distrito de Juiz de Fora, MG.

Mais um sucesso, três dias de muita animação e participação popular.

Na noite de sexta-feira o vereador João do Joaninho recebeu a visita dos amigos candidatos Renzo Braz e Antonio Jorge Marques, que antes de Torreões foram recebidos no Esporte Clube São Carlos por este editor, diretores do clube e amigos.

As fotos fazem o registro.



















Primeiro disparo de Artilharia Brasileira fora do continente


Há 70 anos, as 14 horas e 22 minutos do dia 16 de setembro de 1944, durante a Segunda Grande Guerra, o Cabo Adão Rosa da Rocha, atirador da 2ª peça do 21º Grupo de Artilharia de Campanha, disparou contra o inimigo o primeiro tiro da Artilharia Brasileira fora do continente sul-americano, atingindo com precisão o objetivo previsto.

ANIVERSÁRIO DE AMIGOS - CEL ANTONIO CARLOS CID JÚNIOR




Ibope: Dilma cai três pontos, mas continua na liderança.


http://oglobo.globo.com/brasil/ibope-dilma-cai-tres-pontos-mas-continua-na-lideranca-no-primeiro-turno-13956815

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Pesquisa Vox Populi: Dilma tem 36%, Marina 27% e Aécio 15%

Levantamento mostra que candidata do PSB venceria segundo turno.

15/09/2014 | 21h13
Pesquisa Vox Populi: Dilma tem 36%, Marina 27% e Aécio 15% Montagem sobre fotos/Reprodução
Foto: Montagem sobre fotos / Reprodução
A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) tem 36% das intenções de voto no primeiro turno, segundo pesquisa Vox Populi/Rede Record, divulgada na noite desta segunda-feira. Marina Silva, do PSB, está na segunda colocação com 27%. Já o tucano Aécio Neves aparece com 15%. 

Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (Psol) têm 1% cada. Votos em branco e nulos somam 8% e os indecisos chegam a 12%.
Apesar da vantagem de Dilma no primeiro turno, o levantamento mostra que Marina Silva está um ponto porcentual acima da petista na simulação de segundo turno. Marina aparece com 42% e Dilma com 41%. O resultado significa empate técnico entre as duas candidatas. Votos em brancos e nulos são 11% e os indecisos, 6%.
O levantamento fez também uma simulação de segundo turno entre Dilma e Aécio. Neste cenário, a petista aparece com 47% contra 36% do tucano. Nesse cenário, votos em branco e nulos chegam a 12%. Já os indecisos somam 5%
Avaliação da presidente
O levantamento avaliou ainda a situação de aprovação da presidente Dilma Rousseff. Para 38% dos entrevistados, o desempenho de Dilma é "ótimo ou bom". Já 39% consideram a presidente "regular". E outros 23% avaliaram a forma de governar de Dilma como "ruim ou péssima". Os eleitores que não souberam ou não responderam são 1% do total.

A pesquisa ouviu 2 mil eleitores em 147 municípios do país, entre os dias 12 e 14 de setembro. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais e o nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-00632/2014.
http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/eleicoes-2014/noticia/2014/09/pesquisa-vox-populi-dilma-tem-36-marina-27-e-aecio-15-4599081.html?utm_source=Redes%20Sociais&utm_medium=Hootsuite&utm_campaign=Hootsuite

TRE barra 13 candidaturas pela Lei da Ficha Limpa em Minas

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) divulgou nesta segunda-feira (15) o indeferimento de 13 candidaturas tendo como base a Lei da Ficha Limpa. Entre os barrados estão seis candidatos a deputado federal e sete candidatos a deputado estadual.
 
Entre os que tiveram a candidatura barrada pelo TRE-MG está o ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto (PRB). Ex-prefeito de Uberaba e ex-deputado federal, Adauto teve a candidatura indeferida, embora ainda caiba recurso. Ele foi condenado por omissão em processo seletivo na saúde. Com a decisão do tribunal o político já anunciou a desistência da disputa. "Como não consegui resolver o meu problema jurídico e, se fosse eleito, teria dificuldade para diplomar, tomar posse e assumir o mandato, estou deixando a disputa eleitoral", justificou o ex-ministro em entrevista ao Jornal de Uberaba. A reportagem tentou mas não conseguiu contato com o ex-deputado.
 
Outro político enquadrado na Lei da Ficha Limpa é o deputado estadual Pedro Ivo Ferreira (PP), o Pinduca das ambulâncias, que tentava a reeleição e era o único dos condenados que já ocupava cargo público na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O deputado teve candidatura indeferida por condenação ocorrida em 2008, quando já ocupava o cargo de deputado estadual. Segundo Pinduca, a decisão do TRE-MG foi equivocada. "A campanha vai continuar, a Justiça errou a meu respeito", afirmou. O candidato disse, ainda, que é alvo de perseguição política. "Em 2008 eu não era candidato então não podia ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa. A decisão foi por perseguição política", disse.
 
De acordo com o deputado, a decisão não é definitiva e ele irá recorrer junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). "Vou recorrer. Vou até o fim", concluiu Pinduca.
 
Além dos barrados, o TRE-MG também julgou outros nove casos com base na Lei da Ficha Limpa, porém, mesmo com a denúncia do Ministério Público (MP), a corte deferiu, em sete oportunidades, a manutenção das candidaturas. Outros dois candidatos optaram pela renúncia diante das denúncias apontadas pelo MP.
 
Confira abaixo a relação completa dos barrados pela Lei da Ficha Limpa:
 
Deputado Federal:
Anderson Adauto (PRB)
Carlos Alberto Pereira (PMN)
Geraldo Hilário Torres (PT do B)
Jorge Tarcísio Torquato (PSOL)
Paulo Orlando Rodrigues de Mattos (PT do B)
Ronaldo Resende Ribeiro (PRB)
 
Deputado Estadual:
Geraldo Schuffner Rodrigues (PROS)
Hélio Pinheiro da Silva (PTC)
Ivo Mendes Filho (PC do B)
José do Nascimento Elias (PDT)
Natalicio Tenório Cavalcanti Freitas Lima (PT do B)
Neyval José de Andrade (PTC)
Pedro Ivo Caminhas (PP)

http://www.hojeemdia.com.br/noticias/politica/tre-barra-13-candidaturas-pela-lei-da-ficha-limpa-em-minas-1.268426

CINCO ANOS SEM O AMIGO E IRMÃO TENENTE ENÉIAS




NESTE DIA 15 DE SETEMBRO FARIA MAIS UM ANIVERSÁRIO, SE NÃO NOS TIVESSE DEIXADO TÃO PREMATURAMENTE, NOSSO AMIGO, COMPANHEIRO E IRMÃO DE FARDA TEN ENEÍAS CORNÉLIO DOS SANTOS FILHO.


TEN ENEÍAS FOI NOSSO DIRETOR QUANDO CRIAMOS E FUNDAMOS A ASSOCIAÇÃO JUIZ-FORANA DE OFICIAIS DA RESERVA DO EXÉRCITO, NOSSA AMADA AJOREx, HOJE AORE/JF.


SEMPRE PRESTATIVO E AMIGO, APOIANDO, AJUDANDO, TOMANDO PARA SI AFAZERES QUE NEM ERAM DE SUA PASTA, TUDO COM A INTENÇÃO DE ENGRANDECER NOSSA ASSOCIAÇÃO.


MAS DEUS ACHOU QUE ELE SERIA MAIS ÚTIL A SEU LADO E O LEVOU DE NOSSO CONVÍVIO HÁ CINCO ANOS. QUANTA FALTA NOS FAZ ESTE SAUDOSO AMIGO E IRMÃO.


A NOSSA TRANQUILIDADE E RESIGNAÇÃO É QUE ELE ESTÁ OLHANDO POR TODOS NÓS AO LADO DE DEUS, CUIDANDO DE NOSSOS CAMINHOS E DE NOSSAS ALMAS.


MUITAS SAUDADES DE VOCÊ AMIGO TEN ENÉIAS.






1º TEN R/2 ART LUIZ EDUARDO DA SILVA SCHMITZ
EX-PRESIDENTE DA AJOREx (AORE/JF)

AORE/RJ participa do desfile militar no Panteão de Caxias

www.exercito.mil.br
Rio de Janeiro – Durante a II Guerra Mundial, cerca de meia centena de oficiais R/2 integraram a Força Expedicionária Brasileira, sendo que, dos 12 oficiais que tombaram no cumprimento do dever, metade era da Reserva.
Já é uma tradição entre os antigos alunos do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Rio de Janeiro (CPOR/RJ) a participação no desfile cívico-militar de Sete de Setembro, com a representação da Associação de Oficiais da Reserva do Exercito (AORE/RJ). A Reserva Atenta e Forte, no dizer da Canção do CPOR, marcha com o mesmo garbo de tantos anos atrás; bumbo no pé direito e a preocupação constante com o alinhamento. Os mais antigos seguem nas viaturas do Clube de Veículos Militares Antigos do Rio de Janeiro (CVMARJ), sirenes ligadas, faróis acesos, flâmulas e bandeirolas ondulando ao vento, trazendo àqueles que um dia passaram pela Casa de Correia Lima saudosas recordações dos tempos da caserna.
O pelotão que desfilou no Rio de Janeiro, diante do Panteão de Caxias, foi comandado pelo Presidente do Conselho Nacional de Oficiais R/2 do Brasil (CNOR), Tenente R/2 Art Sérgio Pinto Monteiro, tendo como subcomandante o Presidente da AORE/RJ, Tenente R/2 Inf Ricardo Cordeiro.
O CNOR, criado em 22 de abril de 1997, reúne hoje vinte Associações, com mais de nove mil oficiais cadastrados. O CNOR e a AORE-RJ estão sediados no aquartelamento do CPOR/RJ, na Avenida Brasil, em Bonsucesso, onde se encontra também o Museu do Oficial R/2, aberto a visitação durante o horário do expediente do quartel.
Para mais informações, acesse: