sábado, 24 de janeiro de 2015

OPERAÇÃO LEI SECA - MUITO BOA

Denuncia !!

Essa madrugada por volta das 02 h um conhecido estava passando pela Av. 23 de maio e foi parado na Blitz da Lei seca. O tenente da PM pediu que ele fizesse o teste do bafômetro e ele como cidadão de bem o fez. Deu acima permitido por lei. Aí começou o problema. 


Ele questionou se o aparelho de bafômetro tinha o selo do INMETRO e recebeu uma resposta negativa. Ai ele exigiu que sua esposa que estava em sua companhia fizesse o teste também. O tenente concordou e novamente deu acima do permitido! 

O colega não satisfeito com o aparelho, disse que tava adulterado porque não tinha o selo de qualidade do INMETRO. 

Ele acordou o cachorro que estava dormindo no veículo e exigiu do Tenente que seu cachorro também fizesse o teste e assim foi feito. Novamente deu o acima do permitido. 

Ai ele questionou a eficiência do aparelho e o Tenente na dúvida para não ter problemas futuros, liberou o meu colega. 

Chegando em casa, ele falou pra mulher: depois vc reclama porque dou cachaça ao cachorro, se ele não bebesse a gente tava f....

Rsrsrsrs

CÂMARA DE JUIZ DE FORA - 1/3 da verba vai para transporte

POR BÁRBARA RIOLINO

Os 19 parlamentares em exercício na Câmara Municipal de Juiz de Fora em 2014 gastaram, juntos, R$ 1.341.688, segundo o levantamento feito pela Tribuna, com base nos valores declarados por cada vereador no site do Legislativo. Este montante equivale a cerca de 73,5% do teto máximo instituído pela Resolução nº 1.122/99, que estabelece, por legislador, até R$ 8 mil por mês para o custeio da atividade parlamentar, incluindo despesas com combustíveis, que não devem ultrapassar R$ 2 mil. Desta forma, cada parlamentar tem direito a gastar até R$ 96 mil por ano, sendo disponibilizados, ao todo, R$ 1,824 milhão.
Entre as despesas, o destaque fica por conta dos gastos com transporte, considerando o valor dispensado para combustível e locação de veículos. Somando esses dois itens, os parlamentares consumiram R$ 450.888,80 ao longo do ano, o que representa 33,6% de todo o montante despendido. Só o consumo com combustível respondeu por 17,4%, ou R$ 233.175,90, e o com aluguel de automóveis, por 16,3%, ou R$ 217.712,60. Isoladamente, a contratação de consultoria técnica liderou o ranking das despesas dos parlamentares, correspondendo a 23,7%, o equivalente a R$ 317.269,30. As contas de telefone custaram R$ 130.076,70, ou 9,7% do total. Já o ônus com fotocópias e impressos representou 7,5% dos gastos, ficando em R$ 100.078,20 (ver arte com lista completa).
A média mensal de gastos no Legislativo foi de R$ 111.807,30. Já o mês de maior despesa foi março, com R$ 130.096,20. Agosto e setembro foram aqueles com menor despesas – R$ 108.552,30 e R$ 108.806,70, respectivamente. Ambos coincidiram com o período eleitoral.
A partir dos valores declarados por cada parlamentar é possível mensurar os vereadores mais esbanjadores e os mais econômicos. João do Joaninho (DEM) permaneceu no topo do ranking dos que mais gastaram, e Fiorilo (PDT) se manteve no lado oposto da lista. O líder do DEM na Casa consumiu R$ 93.110,25 em 2014, o equivalente a 97% do teto máximo anual a que tem direito – R$ 96 mil. Já Fiorilo fez uso de apenas 28,2% da verba indenizatória, que corresponde a R$ 27.087,93. As maiores despesas do vereador foram com combustíveis – R$ 12.073,97- e com telefone – R$ 6.277,24.
Embora o gasto para a contratação de consultoria técnica tenha ficado em primeiro no ranking de despesas, João do Joaninho investiu apenas R$ 509,78 nesse quesito. Seu maior gasto, porém, foi com combustível: R$ 27.750,66. Conforme a legislação que rege o custeio parlamentar, neste item, cada vereador tem direito a gastar até R$ 24 mil ao ano. Os valores excedentes com o mesmo não serão reembolsados. Desta forma, João do Joaninho precisou desembolsar R$ 3.750,66. O vereador ainda foi o que mais arcou com aluguel – R$ 19.966,08 – e com insumos de escritório – R$ 14.931,70.
Julio Gasparette (PMDB), na vice-liderança da lista, registrou despesas de R$ 90.110,25 e se destacou por gastar o maior valor em três quesitos: publicidade, R$ 22.550; fotocópias e impressos, R$ 20.827,20; e correios, R$ 13.541,65. José Márcio (Garotinho-PV) foi o parlamentar que mais investiu em consultoria técnica, dispensando R$ 42.600. Chico Evangelista (PROS), por sua vez, despendeu R$ 27.600 em locação de veículos. Já o deputado estadual eleito Isauro Calais (PMN) dispensou R$ 15.182,58 com telefone.
O gasto médio de cada vereador em 12 meses foi de R$ 70.615. Entre os 19 legisladores em exercício no período, apenas cinco ficaram abaixo desse valor: Wanderson Castelar (PT), o deputado estadual eleito Noraldino Júnior (PSC), Jucelio Maria (PSB), Roberto Cupolillo (Betão-PT) e Fiorilo (PDT). Três vereadores – Isauro Calais, Garotinho e André Mariano (PMDB) – gastaram menos de R$ 80 mil. Em contrapartida, os demais superaram este valor.
http://www.tribunademinas.com.br/13-da-verba-vai-para-transporte/

Por que eles querem tanto essa cadeira?

Em meio a suspeitas de armação, disputa pela presidência da Câmara assume ares nada republicanos. Em jogo, um orçamento de R$ 5 bilhões e um amplo poder de articulação política

Izabelle Torres (izabelle@istoe.com.br)
abre.jpg
SEMANA DECISIVA
O deputado Eduardo Cunha (ao centro) permanece como favorito na
disputa, mas o Planalto trabalha fortemente nos bastidores para eleger o petista
Arlindo Chinaglia (primeiro à esq.). Júlio Delgado, apoiado pelo PSDB, tenta correr por fora
Nos últimos dias, a disputa pelo comando da Câmara assumiu contornos de baixaria. Em meio à refrega, o candidato favorito, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que enfrenta Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Júlio Delgado (PSB-MG), insinuou que o PT e o governo estariam por trás de uma armação destinada a evitar sua ascensão ao posto – o segundo na linha sucessória do presidente da República. A ideia seria envolvê-lo em denúncias e, assim, prejudicar sua campanha. Para sustentar sua tese, o peemedebista apresentou uma gravação contendo uma suposta conversa entre um aliado dele e o policial federal Jayme Alves de Oliveira Filho, o Careca, apontado pelas investigações da Operação Lava Jato como colaborador do doleiro Alberto Youssef. Na conversa, ele é citado. A voz pausada, a linguagem formal dos interlocutores e algumas incongruências no diálogo deram um ar de montagem à escuta feita pela PF, agora sob investigação. “Sou vítima de alopragem mais uma vez”, acusou.
Desde o início da disputa, o governo nunca escondeu sua insatisfação com a eleição à presidência da Casa do polêmico e instável Cunha – um político cujo lado em que se posiciona depende das conveniências políticas do momento. Desta vez, no entanto, a ser verdadeira a denúncia do parlamentar, a jogada teria ultrapassado os limites republicanos. O afã com que os candidatos se lançam na disputa – o próprio Cunha fez um périplo pelo País e uma série de jantares para cabalar votos – e a contundência com que os concorrentes agem para impedir os adversários de alcançar o posto estão diretamente relacionados ao poder que a ascensão à principal cadeira da Câmara pode proporcionar ao eleito. A cadeira de presidente permite ao seu ocupante a rara possibilidade de negociar e dar cartas nos rumos políticos do País. A eleição à presidência da Câmara representa a aquisição de um poder político instantâneo, de benesses incontáveis e a prerrogativa de administrar um orçamento de R$ 5,2 bilhões, valor previsto para 2015. Verba nada desprezível. O eleito também comandará 33 contratos com empresas terceirizadas, chefiará 16 mil servidores, terá direito a viver por dois anos na residência oficial da Câmara e de ter um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) à disposição, além de carros oficiais e seguranças exclusivos.
Também é relevante o poder de articulação que o presidente da Casa dispõe. Por exemplo, quem for eleito no dia 1º de fevereiro ganha automaticamente o direito a dar a palavra final sobre a pauta de votações. Pode até, se quiser, embora não seja o caso no momento, colocar em discussão os pedidos de impeachment contra Dilma Rousseff que vêm sendo apresentados pela oposição desde outubro e vetar projetos de interesse do governo, como a regulação da mídia. Daí a preocupação do Planalto com o favoritismo de Cunha. Não por acaso, na última semana o governo colocou sua tropa para trabalhar. Parlamentares foram procurados pelo governo para que votassem em Arlindo Chinaglia (PT-SP) em troca de cargos e de diálogo direto com o Planalto. Deputados confirmam nos bastidores as investidas, mas ninguém trata o tema como extraordinário, uma vez que trocar cargos por votos tornou-se prática recorrente em todos os partidos. A diferença é apenas o barulho feito por quem sai em desvantagem no jogo do fisiologismo. No caso, Cunha. Do outro lado da trincheira, Chinaglia afirma que o candidato peemedebista se lançou na disputa por questões meramente pessoais, numa tentativa de chantagear o governo, também de olho em cargos e mais poder. “É representante do poder econômico e dos próprios interesses”, alfinetou Chinaglia. 
Enquanto os dois candidatos trocam farpas publicamente e viajam pelo País em jatinhos alugados especialmente para a busca de votos nos Estados, o deputado Julio Delgado (PSB-MG) se torna o fiel da balança. Para o candidato Chinaglia, a postura de Cunha durante o processo de campanha favorece sua aproximação com Delgado. Já o candidato do PMDB e seus aliados acreditam que, em caso de segundo turno, a oposição migraria para ele. Estrategicamente, essa decisão faria mais sentido, uma vez que a oposição sabe que Cunha poderia dar muito mais dor de cabeça ao Planalto do que Chinaglia. O consenso nos bastidores do Congresso é que dessa eleição pode depender o sucesso ou o fracasso do segundo mandato de Dilma Rousseff e o futuro do próprio PT.  
grafico.jpg
 http://www.istoe.com.br/reportagens/401326_POR+QUE+ELES+QUEREM+TANTO+ESSA+CADEIRA

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

COLAÇÃO DE GRAU NA UFJF

Colação último dia - janeiro 2015 Foto Alexandre Dornelas
Cine-Theatro Central lotou no último dia da Colação de Grau Unificada (Foto: Alexandre Dornelas)
Formatura é tempo de comemorar e, especialmente, agradecer. A última noite da Colação de Grau Unificada da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) foi marcada por alegria e reconhecimento daqueles que colaboraram e, de certa forma, se formam junto com os mais de 450 alunos que se despediram da universidade, em duas cerimônias no Cine Theatro Central, nesta quarta-feira, dia 21. Ao todo, passaram pelo teatro, nos três dias de evento, cerca de 1.400 formandos.
Histórias de gratidão
Muitos professores fizeram a diferença, segundo os novos profissionais. “Minha experiência aqui foi muito boa. Participei de congressos, fui bolsista da coordenação e de monitoria, publiquei artigos”, conta Ana Luiza da Costa, bacharel em Geografia. “O agradecimento especial de hoje seria para o meu orientador, o professor Pedro José de Oliveira Machado, do departamento de Geociências, que, nos 45 minutos do segundo tempo, aceitou ser meu orientador de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Tive várias complicações para terminá-lo, e ele foi uma pessoa que me jogou pra frente, porque eu já estava quase desistindo”, comenta. A geógrafa fez seu trabalho sobre a geografia urbana, focando na Rua Teresa, em Petrópolis, discutindo a evolução histórica e geográfica do lugar.
Roberta do Carmo, deixou formação em Administração pelo curso de Filosofia, e agradeceria ao coordenador: “Tenho muitas pessoas para agradecer. Mas se pudesse escolher uma pessoa, seria o coordenador da Filosofia”. Roberta conta que a experiência dentro da universidade foi muito positiva: “Ingressei em 2009, nas vagas ociosas. Uma grande oportunidade, porque me encontrei em Filosofia e estou imensamente feliz com essa conquista”.
Alguns dos formandos da Psicologia puderam agradecer pessoalmente ao professor Lélio Lourenço, que fez questão de acompanhar a formatura de mais uma turma e registrou o momento junto dos alunos, com direito à selfiena fila para a entrada no Central. “É uma experiência muito boa, porque embora seja uma rotina na nossa profissão, eu mesmo leciono há 20 anos, vejo a alegria deles, a motivação, e me sinto um pouco responsável por isso”, comentou Lélio. Franciele Rezende, uma das formandas e ex-alunas do professor, afirma que “ele é um amor, muito competente. Eu, particularmente, fiz estágio com ele. Devo muito a ele, sem dúvida”. Franciele ingressou na UFJF em 2010 e destaca que “a universidade nos muda muito, não só do ponto de vista profissional, mas do pessoal também”.
Outros formandos contaram com o apoio de maridos e esposas para conquistar essa vitória, como no caso de Adriana Rosa de Souza, formada em Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas. “No início eu tinha o desejo de fazer Letras, mas comecei a ler sobre o BI e me apaixonei.” Adriana adiou sua faculdade por problemas pessoais, mas se apaixonou pelo curso e pretende continuar sua formação em Sociologia. “Eu agradeceria muito ao meu marido, que me deu muito apoio, e já faleceu. Agradeceria muito também a alguns professores que me serviram de inspiração”.
formando de Cabo Verde Eulices Miguel Neves Cardoso - 2015 Foto Alexandre Dornelas
Natural de Cabo Verde, Eulices Miguel Neves Cardoso graduou-se em Arquitetura e Urbanismo (Foto: Alexandre Dornelas)
Os agradecimentos não se restringiram somente aos pais, amigos e pessoas próximas. Os juramentistas da noite Gustavo Felizardo Reis, formando do Bacharelado Interdisciplinar de Ciências Humanas, e Maria Rita Cunha Vasconcelos, do Bacharelado Interdisciplinar em Artes e Desing, representaram o compromisso dos formandos em retribuir à sociedade parte do conhecimento adquirido. No caso de Eulices Miguel Neves Cardoso, graduado em Arquitetura e Urbanismo, esta gratidão é especial. Natural de Cabo Verde, ele veio para o Brasil em busca de novas oportunidades. “Agradeço muito a este país”, comentou Eulices. Seus pais, do outro lado do Atlântico, puderam acompanhar a cerimônia pela transmissão ao vivo do evento via internet.
Os pais, ao lado dos formandos, também são estrelas da noite. “Agradeceria a minha mãe. Como ser humano, tudo que eu aprendi e sou foi com ela, pelo convívio, pelo contato”, disse Felipe Almeida Malta, graduado em Música, na habilidade Violão. Como trabalho de conclusão do curso, Felipe apresentou um recital de formatura, em que a mãe esteve presente. “No bacharelado nós apresentamos um recital solo como TCC.  O recital foi aberto ao público e me marcou muito, foi muito emocionante”.
Homenagens nos discursos
Com a função de representar todos os profissionais graduados da noite, e em especial, agradecer por eles, os oradores Mariana Oliveira, psicóloga, e Matheus Faria Bittencourt, bacharel em Direito, emocionaram os presentes. Mariana agradeceu “a confiança em nós depositada pelos nossos familiares e seu apoio; aos amores ao nosso lado nessa conquista, só podemos agradecer sua presença e afeto; a estes  profissionais, fundamentais para a nossa formação, que nos passaram suas experiências e  críticas, o nosso muito obrigado”. Matheus destacou o compromisso de retribuir a oportunidade de cursar o ensino superior na UFJF: “Um diploma carrega consigo a conquista de inúmeras pessoas, não somente as nossas, mas também as de nossos pais, familiares e amigos, que tanto se esforçaram para nos ajudar. Somos privilegiados de estarmos sentados nessas cadeiras. Chegou o momento de mostrarmos para o mundo que vamos fazer a diferença”.
oradora Mariana Oliveira  psicóloga colação janeiro 2015 Foto Alexandre Dornelas
A oradora Mariana Oliveira agradeceu a confiança depositada pelos familiares e aos profissionais da Universidade (Foto: Alexandre Dornelas)
Finalizando agradecimentos, homenagens e a formatura de 15 cursos, o vice-reitor da UFJF e reitor em exercício, Marcos Chein, discursou: “certa vez disseram-me que, com o passar dos anos, o vigor e a esperança se desmanchariam em meio as dificuldades e obstáculos do nosso dia a dia de educador. No entanto, jamais pude acreditar que o tempo fosse o autor implacável de nossas desilusões, mas antes, o criador perene de nossas esperanças. Reafirmo minha crença no mundo em uma sociedade melhores”. Falando sobre a experiência estudantil, Chein disse que “viver a universidade é muito mais do que um chamado a conhecer e testar suas capacidades ao longo da graduação. Significa encontrar-se consigo mesmo num processo diário de luta por reconhecimento”.
http://www.ufjf.br/secom/2015/01/22/com-o-central-lotado-ultimo-dia-de-colacao-e-marcado-por-alegria-e-reconhecimento/

Bloco do Barril pode não desfilar em 2015

Por meio da Portaria nº 01/2015/GAB, assinada pela juíza Flávia de Vasconcellos Araújo, titular da 1ª Vara da comarca de São João Nepomuceno, a Justiça impôs restrições a um dos carnavais mais tradicionais da região. Com a publicação da determinação no início dessa semana, os blocos serão obrigados a contratar serviço de segurança particular, realizado por empresa credenciada pela Polícia Federal (PF). A decisão também proíbe a distribuição gratuita de bebidas alcoólicas em eventos carnavalescos e a participação de menores de 18 anos no evento. De acordo com o documento, as medidas visam a diminuir a ocorrência de crimes no período, tomando como base o elevado número registrado em anos anteriores.
Em nota, a Prefeitura de São João Nepomuceno informou que as medidas serão acatadas, e que o Executivo se reunirá com integrantes dos blocos e escolas de samba do município para falar sobre possíveis formas de apoio aos eventos. Contudo, muitos blocos da cidade já ameaçam não desfilar neste carnaval, e três agremiações, Zé Pereira, Quatro Gerações e Terceiro Andar, já confirmaram que estão fora da folia neste ano. Maior e mais tradicional bloco da cidade, o Bloco do Barril se viu afetado particularmente por duas das decisões judiciais: a obrigatoriedade de segurança particular e a proibição de distribuição de bebidas, já que a agremiação, de 42 anos, é famosa por oferecer cachaça aos foliões durante seus desfiles. “Depois do carnaval do ano passado, houve uma reunião com os blocos e avisaram que isso poderia acontecer. Há uma perda cultural e da tradição com a proibição da cachaça, mas de fato, é muito difícil fiscalizar essa distribuição, por isso concordamos em não haver bebida”, explica o presidente da Associação Carnavalesca do Bloco do Barril, Pedro Rezende.
Para ele, o que pode, de fato, inviabilizar o desfile do bloco é a obrigatoriedade de contratação de segurança privada. “Se a decisão tivesse sido tomada há um ano ou há alguns meses, não haveria problema. Mas as regras de segurança preveem um profissional para cada cem pessoas. Nosso bloco tem geralmente entre dez e 20 mil foliões, é um custo que não podemos pagar a um mês do carnaval”, explica Pedro. Segundo o presidente, o departamento jurídico da associação analisou o caso e detectou a possibilidade de recorrer da decisão, algo que será avaliado em assembleia no próximo sábado. “Vamos decidir como vamos nos posicionar como associação: se desfilamos ou não, se recorremos ou não. Pessoalmente, acho que há não há condições de haver o desfile”, diz ele, lamentando o fato de o imbróglio acontecer justamente quando a associação se esforçava para que o Bloco do Barril se tornasse patrimônio imaterial de São João Nepomuceno.
Em entrevista à rádio CBN Juiz de Fora na manhã desta quinta (22), o prefeito do município, Célio Ferraz, afirmou que já estava em reunião com a juíza desde o ano passado, e que desde então já havia solicitado que a portaria fosse publicada com antecedência. “Reforcei o pedido quando estive com ela em dezembro, porque já estávamos organizando o carnaval. O tratado era que a publicação fosse feita na primeira semana de janeiro e só saiu agora. É um momento difícil, porque os blocos e as escolas já estão programados”, observa o chefe do Executivo. Segundo ele, a Prefeitura tentará negociar as condições da portaria, para evitar que agremiações deixem de desfilar. “Há funcionários da Defesa Civil que normalmente fazem essa segurança recebendo hora extra pelo serviço, algo que sai muito mais em conta do que esta exigência de seguranças credenciados pela Polícia Federal. Há quem ache que o carnaval tem que acabar e quem defenda que continue, mas é fato que a festa é tradição da cidade.”
Por meio de sua assessoria, a juíza Flávia de Vasconcellos Araújo afirmou entender que não caberia justificativa para sua decisão, visto que as razões para fazê-lo estavam explícitas no próprio documento. Além de levar em conta as ocorrências criminais dos carnavais anteriores, a publicação justifica as restrições, ainda, citando  a responsabilidade do Juízo da Infância e da Juventude em zelar “pelo cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente”; “o número de atendimentos no Pronto Socorro local nos dias de carnaval”, “a notória disputa entre gangues rivais, responsáveis por inúmeros crimes havidas no município (…) especialmente em datas festivas quando há aglomeração de pessoas nas ruas; “a obrigação do Poder Público de combater a disseminação das drogas” e “a solicitação do Ministério Público com atribuição da Infância e Juventude da Comarca objetivando prevenir acontecimentos fundamentais previstos desde a Lei 8069/90″ (Estatudo da Criança e do Adolescente).
http://www.tribunademinas.com.br/bloco-do-barril-pode-nao-desfilar-em-2015/

Vereador João do Joaninho recebe o casal Perez no condomínio Bela Vista

No último final de semana o amigo vereador João do Joaninho recebeu em sua propriedade, sitio Bela Vista, na margem da represa de Chapéu D'uvas, um grande grupo de familiares e amigos como já é de costume. 

Mas este foi especial, pois abriu sua residência para um churrasco de recepção ao Cel Augusto Perez e sua esposa Andréa que passaram o final de semana em férias na cidade de Juiz de Fora onde vieram matar as saudades dos inúmeros amigos que por aqui deixaram quando de sua passagem no comando do 4º Grupo de Artilharia de Campanha, hoje Leve de Montanha.

Acompanharam o casal Perez a antiga e querida amiga do vereador, mãe deste editor, Manoelina da Silva, o casal Marcos Saçço e Poliana Sá, eles proprietários dos Fogos Nicolino,  e este editor.

Foi uma tarde esplendorosa com o vereador João do Joaninho se desdobrando, juntamente com sua fiel escudeira, Lucinha Almeida, e seu filho Diogo, para receber a todos com muita atenção e carinho.

Todos puderam curtir a bela paisagem da represa de Chapéu D'uvas, desfrutar da piscina, andar de jet sky e curtir um belo passeio de lancha. Tudo regado a bons papos, cerveja gelada e um churrasco de primeira categoria.

As fotos dão o registro.













Observação: Não consegui fazer uma foto do vereador, pois ele não parava nunca, fico devendo para uma próxima ocasião.

Caçambas são apreendidas e aterro irregular é embargado em Juiz de Fora

Cinco caçambas cheias de resíduos foram apreendidas pela Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) de Juiz de Fora na Rua Edgar de Paiva Aguiar, no Bairro Cerâmica, nesta quarta-feira (21). De acordo com a assessoria, a ação faz parte da operação “Cidade Limpa” contra os bota-fora irregulares no município. Nesta terça-feira (20), um aterro irregular já havia sido embargado.
No Bairro Cerâmica, ficou constatado o uso e a ocupação irregulares do solo público, sem licença. Na última segunda-feira (19), um fiscal da SAU já havia ido na rua e notificado o proprietário para que removesse as caçambas da via. Porém, como ele se negou, a SAU as recolheu, depositou os resíduos no aterro sanitário de Dias Tavares e encaminhou o equipamento para o depósito.
O proprietário foi multado em R$ 1.547,78 pela infração. Para reaver as caçambas, ele deve arcar com as taxas de remoção delas, além de pagar a multa. O empresário também foi autuado pela falta de alvará de localização do negócio já que a permissão era para funcionar em outro local. Por isso o proprietário foi multado também em R$ 619,10.
Aterro irregular
Aterro Caeté  (Foto: Carlos Mendonça/Prefeitura Juiz de Fora)Atividades de aterro irregular estão proibidas
(Foto: Carlos Mendonça/Prefeitura de Juiz de Fora)
Na terça-feira (20), a operação "Cidade Limpa" fez uma intervenção em um terreno na estrada de Caeté. A ação foi realizada pela SAU em parceria com a Polícia Militar de Meio Ambiente. O local foi embargado por movimentação de terra em área de preservação ambiental. No momento da ação, um caminhoneiro estava levando terra ao local e foi detido por descumprimento da norma ambiental.
O proprietário do terreno não tinha licença ambiental. Segundo a SAU, as atividades do aterro irregular estão proibidas até que esteja devidamente licenciado para retomá-las. Qualquer caminhão que for flagrado depositando terra no local será multado em R$ 3.500, assim como o proprietário do terreno.
http://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2015/01/cacambas-sao-apreendidas-e-aterro-irregular-e-embargado-em-juiz-de-fora.html

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Funalfa divulga programação completa do Carnaval de JF


Foto: Divulgação
     A programação oficial do projeto “Juiz de Fora Mais Carnaval”, da Prefeitura foi fechada nessa terça-feira (20). Mais 65 blocos vão participar da folia em JF com o apoio da Funalfa. 
    As festividades incluem desfiles de escolas de samba e afoxés,blocos de rua, bailes em clubes e shows.
      O Carnaval antecipado começa dia 1º de fevereiro, com o 5º Concurso de Marchinhas Carnavalescas – Prêmio Nilton Cocada, no Clube Sírio e Libanes. No feriado nacional de Carnaval, depois do dia 14, haverá carnavais nos bairros da cidade.

Confira a programação geral

23 DE JANEIRO | sexta-feira
19h Bloco Besta É Tu (ensaio)
Rua Belmiro Braga - Alto dos Passos

24 DE JANEIRO | sábado
12h Bloco dos Carteiros (ensaio geral)
Rua Duarte de Abreu - Mariano Procópio

30 DE JANEIRO | sexta-feira
19h Bloco Besta É Tu (ensaio)
Rua Belmiro Braga - Alto dos Passos


31 DE JANEIRO | sábado
12h Bloco Concentra, Mas Não Sai...
Praça Armando Toschi (Ministrinho) - Jardim Glória

16h Piriá Folia
Escola Municipal Dom Justino Sant’Anna (quadra polivalente) - Torreões

17h Bloco Du Buneco Doido
Rua João do Rio - Manoel Honório

1º DE FEVEREIRO | domingo
10h 4° Baile dos Carteiros
Rua Duarte de Abreu - Mariano Procópio

10h Bloco do Bar do Abílio
Avenida Brasil, 5.113 (G.R.E.S. Partido Alto) - Mariano Procópio

10h Carna Run
UFJF - São Pedro

11h Bloco É Pequeno, Mas Cresce
Rua Alagoas - Poço Rico

13h Três Moinhos Pré-carnavalesco
Rua Natália Guerra - Três Moinhos

14h Bloco Sacrificados do Bela Aurora
Rua David Miguel Coury - Belo Aurora

19h 5º Concurso de Marchinhas Carnavalescas de Juiz de Fora – Prêmio Nilton Cocada $
Clube Sírio e Libanês | Fátima Buffet
Av. Barão do Rio Branco, 3.480 - Centro

4 DE FEVEREIRO | quarta-feira
10h Bloco Unidos pela Vida
Parque Halfeld, Centro

18h30 Desfile dos Afoxés Niza Nganga Njungo e Filhos de Oyá
Rua Paulo de Frontin - Centro

20h30 Demônios da Garoa (SP)
Praça Antônio Carlos - Centro


5 DE FEVEREIRO | quinta-feira
18h30 Bacharéis do Samba
Praça Antônio Carlos, Centro

19h Bloco Encaixe Perfeito $
Confraria do Samba - Clube Dom Pedro (entrada pela Avenida Brasil)

20h Bloco Besta É Tu
Rua Belmiro Braga - Alto dos Passos

20h30 Eduardo Dussek (RJ)
Praça Antônio Carlos - Centro


6 DE FEVEREIRO | sexta-feira
16h Bloco Arrastão do Samba
Rua Guilhardo Xavier Furtado - Carlos Chagas

16h Bloco Carnavalesco Rebonbation
Praça Antônio Barbosa - Fábrica

18h Bloco É Com Esse Que Eu Vou
Parque Halfeld - Centro

18h Bloco do Peixe
Rua Padre Matias - Morro da Glória

18h30 Grupo Bombocado
Praça Antônio Carlos – Centro

19h Bloco Força Saúde
Rua Halfeld - Centro

20h Bloco Acorda Borboleta
Rua Tenente Paulo Maria Delage - Borboleta

20h30 Bloco Toca Rauuul (RJ)
Praça Antônio Carlos - Centro

23h Noite Borbulhante $
Rua Senador Salgado Filho, 313 (Clube Bom Pastor) - Bom Pastor


7 DE FEVEREIRO | sábado
10h Bloco Domésticas de Luxo
Parque Halfeld - Centro

11h Bloco Come Quieto
Rua Dom Viçoso - Alto dos Passos

11h Bloco Meu Concreto Tá Armado
Praça Jarbas de Lery Santos - São Mateus

14h Bloco do Mestre
Rua Ambrósio Braga - Granbery

16h Bloco Carnavalesco Rebonbation
Praça Antônio Barbosa - Fábrica

16h30 Bloco de Carnaval Grajamaica
Praça Pedro Batista Martins - Grajaú

17h Carnabenfica, com Trupifolia
Praça Jeremias Garcia - Benfica

21h Desfile das Escolas de Samba do Grupo A
Passarela do Samba - Av. Brasil

Unidos das Vilas do Retiro
Feliz Lembrança
Unidos do Ladeira
Real Grandeza
Juventude Imperial
Turunas do Riachuelo


8 DE FEVEREIRO | domingo
9h TrupiFolia
Parque da Lajinha - Teixeiras

10h Amaury e Banda, Brincadeiras e Marchinhas - Sest/Senat
Av. Juiz de Fora, 1.500 - Granjas Betânia

11h 55ª Festa do Marujo $
Estrada José Elias Mockdeci, 8.888 (Clube Náutico) - Náutico

12h Bloco do Pinto
Rua Vidal Barbosa Lage - Jóquei Clube

12h Bloco Carnavalesco Moleque de Ser
Rua Torreões (Bar do Maurício) - Santa Luzia

12h Bloco do Mala Véia
Rua José Nunes Leal - Santa Luzia

14h BLOtecário
Praça Dr. Dirceu de Andrade - Teixeiras

16h Bloco Parangolé Valvulado
Praça da Estação - Centro

16h Bloco Carnavalesco Rebonbation
Praça Antônio Barbosa - Fábrica

19h30 Desfile das Escolas de Samba
Grupos C e B
Passarela do Samba - Avenida Brasil

GRUPO C
União das Cores

GRUPO B
Vale do Paraibuna
Mocidade do Progresso
Partido Alto
Acadêmicos do Manoel Honório
Rivais da Primavera
Mocidade Alegre


9 DE FEVEREIRO | segunda-feira
18h30 Grupo Melhor Assim
Praça Antônio Carlos, Centro

19h30 Batalha de Confetes
Calçadão da Rua Halfeld (em frente ao CineArte Palace) - Centro

20h Bloco Tô No Vermelho
Parque Halfeld, Centro

20h30 Sandra Portella
Praça Antônio Carlos, Centro


10 DE FEVEREIRO | terça-feira
18h30 Samba D’Loko
Praça Antônio Carlos - Centro

18h30 Bloco do Batom
Parque Halfeld - Centro

20h Bloco dos Servidores
Parque Halfeld - Centro

20h30 Bloco Pra Iaiá (RJ)
Praça Antônio Carlos - Centro

11 DE FEVEREIRO | quarta-feira
15h Bloco da P.L.U.R
Praça Jarbas de Lery Santos - São Mateus

18h Bloco do Papel
Av. Engenheiro Waldir Pedro Monachesi - Aeroporto

19h Ponto do Samba convida Fernamda Ca e Thaylis Carneiro
Praça Antônio Carlos - Centro

19h30 Bloco Paixão Sertaneja
Parque Halfeld - Centro


12 DE FEVEREIRO | quinta-feira
11h Bloco Say Quem Pode
Rua Américo Luz - Manoel Honório

17h Bloco Recordar É Viver
Praça Antônio Carlos - Centro

Desfile das Escolas de Samba Mirins
Rua Paulo de Frontin - Centro
18h G.R.A.C. Escola de Samba Mirim Herdeiros da Vila
18h40 G.R.A.C.E.S. Mirim Império da Torre

19h Bloco Sem Compromisso
Rua Doutor João Camilo de Oliveira Torres - Bandeirantes

19h30 Bloco Pagodão
Parque Halfeld - Centro

20h30 Bateria da Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis (RJ)
Praça Antônio Carlos - Centro

13 DE FEVEREIRO | sexta-feira
18h Bloco Pintinho de Ouro
Parque Halfeld - Centro

20h Bloco do Beco
Parque Halfeld - Centro

14 DE FEVEREIRO | sábado
10h Banda Daki
Av. dos Andradas - Centro

11h Bloco Say Quem Pode
Rua Américo Luz - Manoel Honório

12h Bloco do Pijama
Campo de Futebol - Amazônia

13h Bloco Samba e Swing Baiano
Rua Ambrósio Braga - Granbery

14h Bloco Eu e Você
Rua Heitor Guimarães - Vitorino Braga 

16h Bloco Vira Copo e Tira Gosto
Rua Olívia Moreira - Bela Aurora

17h 2º Cuca Folia
Praça Central de Filgueiras - Filgueiras

17h Bloco Maria Augusta
Rua Maria Augusta - Linhares

15 DE FEVEREIRO | domingo
12h Bloco Ninhu do Urubu
Rua Duarte de Abreu - Mariano Procópio

12h Bloco Liga da Justiça
Praça do Bairro Linhares/Bom Jardim

14h Matinê da Associação de Moradores do Bairro Paula Lima
Praça da Igreja Matriz - Paula Lima

14h Bloco do Boi
Rua Silvério da Silveira - Dom Bosco

15h Bloco Unidos do Ripi Rapi
Rua Licínio Pereira Cortes - Ipiranga

16h 6º Desfile de Marchinhas de Carnaval Jair Macedo
Praça Alfredo Lage - Manoel Honório

17h Bloco Unidos do Bairro Floresta
Rua Alameda Mundo Novo - Floresta

17h 2º Cuca Folia
Praça Central de Filgueiras - Filgueiras

18h Bloco Presidente Tilino
Rua Engenheiro Paulo Corrêa e Castro - Linhares

16 DE FEVEREIRO | segunda-feira
17h Bloco Maria Augusta
Rua Maria Augusta - Linhares

17h 2º Cuca Folia
Praça Central de Filgueiras - Filgueiras


17 DE FEVEREIRO | terça-feira
14h Bloco do Boi
Rua Silvério da Silveira - Dom Bosco

14h Matinê da Associação de Moradores do Bairro Paula Lima
Praça da Igreja Matriz - Paula Lima

17h 2º Cuca Folia
Praça Central de Filgueiras - Filgueiras

18h Bloco Presidente Tilino
Rua Engenheiro Paulo Corrêa e Castro – Linhares

Outras informações: Assessoria de Comunicação da Funalfa – 3690-7044
http://www.foliadejf.blogspot.com.br/

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

BLOCO DO BECO 2015 - SAMBA DE MAMÃO, CARIOCA E TOINHO GOMES


CARNAVAL DE JUIZ DE FORA 2015 - PROGRAMAÇÃO








PASSAGEM DE COMANDO DO 17º BATALHÃO LOGÍSTICO - CONVITE


UM SÁBADO AGRADÁVEL NO REDUTO DE POLIANA E MARCOS SAÇÇO

No último sábado, 17 de janeiro, fomos recebidos na bela residência do casal Marcos Saçço e Poliana, proprietários dos Fogos Nicolino, para um churrasco regado com cerveja gelada, um excelente scoth e uma cachaça da roça de primeira qualidade.

O pai de Poliana, Roberto, foi o encarregado do churrasco sendo auxiliado por Marcos Saçço que se desdobrava, juntamente com sua esposa Poliana, para bem receber a todos.

Foi uma tarde muito agradável com direito a piscina em um lugar de extremo bom gosto e aprazível.

Estiveram presentes: Cel Augusto Perez com Andréa, Ten Cel Pedro Mandarino com sua esposa Marisol e os filhos Renan e Enzo, Basileu Tavares e este editor. Já no final do dia a amiga Cristina Castro chegou para completar o grupo

As fotos registram os momentos.



NOITE BORBULHANTE JÁ CHEGANDO

O grande pré-carnavalesco, dia 6 de fevereiro, será animado pela Banda Daki, bateria nota dez do Mestre Jansen, com participação especial de Serginho da Unidos da Tijuca e um timaço de mulatas. 


Delegado aposentado sofre tentativa de assalto em Juiz de Fora

Um delegado aposentado, 72 anos, sofreu um ferimento na cabeça durante uma tentativa de assalto na manhã desta terça-feira (20), bem no Centro de Juiz de Fora. O crime aconteceu por volta das 9h, na Rua Marechal Deodoro, próximo à esquina da Rua Batista de Oliveira.
Segundo informações da Polícia Militar, dois homens encontraram o portão do edifício aberto e subiram até o segundo andar do prédio com um arranjo de flores na mão. Em seguida, eles tocaram a campainha, dizendo que tratava-se de uma entrega para o morador. A dupla, armada com um revólver calibre 32, anunciou o assalto no momento em que a porta do apartamento era aberta.
O idoso reagiu, segurando o cano da arma e virando-o para uma parede. Durante a manobra, um tiro foi disparado. Em seguida, o homem aplicou chutes contra um dos assaltantes, que também reagiu com socos e chutes.
Após a briga, os ladrões fugiram sem roubar nada, deixando para atrás o arranjo e um aparelho celular, que os policiais não souberam informar se pertencia aos bandidos ou se era proveniente de outro furto. A arma do crime foi levada.
A PM foi acionada e busca a identificação dos suspeitos pelas câmeras do programa “Olho vivo” instaladas na região central. Com o ferimento na cabeça, o homem precisou ser encaminhado por familiares para atendimento médico. A polícia ainda não sabe informar se o corte foi provocado pela agressão ou por queda.
Por conta de viaturas paradas na via, a ação chama a atenção de pedestres que passam pelo local.
http://www.tribunademinas.com.br/delegado-aposentado-sofre-tentativa-de-assalto-na-marechal/

ANIVERSÁRIO DE AMIGOS - SINVAL CRUZ



PIB da China foi péssimo, cresceu apenas 7,4% em 2014

O Produto Interno Bruto (PIB) da China teve crescimento de 7,4% em 2014, o mais baixo desde 1990, segundo os dados oficiais divulgados nesta terça-feira (20)  pelo governo de Pequim.
A expansão do PIB no quarto trimestre do ano passado foi de 7,3%, seguindo os índices de 7,3% (terceiro trimestre), 7,5% (segundo) e 7,4% (primeiro), informou o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, sigla em inglês) da China.
O índice anual de 7,4% é um décimo menor do que a previsão do governo, de 7,5%, mas mantém a tendência de desaceleração da economia chinesa dos últimos anos, após um crescimento de 7,7% em 2013 e 2012, e de 9,3% em 2011.
A NBS atribuiu o menor índice de 2014 ao "complicado e volátil entorno internacional e à intensa tarefa de manter o desenvolvimento doméstico, as reformas e a estabilidade", segundo explicou o diretor do órgão, Ma Jiantang, em entrevista coletiva.
Como resultado, "a economia nacional operou firmemente sob a nova normalidade", o termo oficial para designar o crescimento em um ritmo menos intenso do que nas últimas décadas, mas 'mostrando um bom empurrão e um crescimento estável', acrescentou Ma.
O dado trimestral  abre as portas para que as autoridades financeiras iniciem novas medidas de incentivo.
O Banco Popular da China (banco central do país) anunciou de surpresa uma ligeira redução das taxas de juros de 40 pontos básicos (até 5,6%) no final de novembro, pela primeira vez em mais de dois anos, e também efetuou várias injeções de liquidez nos últimos meses nas principais entidades financeiras do país.
http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/01/pib-da-china-cresce-74-em-2014.html

Dilma veta trecho de MP que corrigia em 6,5% tabela do Imposto de Renda

A presidente Dilma Rousseff vetou o trecho de uma Medida Provisória que corrigia em 6,5% a tabela do Imposto de Renda de pessoas físicas. A correção havia sido aprovada em dezembro pelo Congresso, mas o governo queria que o índice fosse menor, de 4,5%. O veto foi publicado na edição desta terça-feira (20) do "Diário Oficial da União".
Se a lei tivesse sido aprovada, pessoas que ganham até R$ 1.903,98 ficariam isentas de Imposto de Renda. Atualmente, o teto de isenção é de R$ 1.787,77. O reajuste de 6,5% seria aplicado também nas demais faixas da tabela.
Na justificativa para o veto, a presidente escreveu que a medida traria renúncia fiscal, ou seja, menos pessoas pagariam o imposto, sem indicação de meios para compensação.
A correção da tabela era uma das promessas na campanha à reeleição de Dilma, mas possivelmente o reajuste seria mantido em 4,5%. Ainda durante o período eleitoral, uma medida provisória, a MP 644, que tratava do assunto, perdeu a validade.
Com a sanção imposta pela presidente, o governo deve insistir na correção de 4,5%, que equivale ao centro da meta oficial de inflação.
O governo tende a encaminhar uma nova MP ao Congresso pedindo reajuste de 4,5% na tabela do IR nos próximos dias"
Pepe Vargas, ministro das Relações Institucionais
O ministro das Relações Institucionais, Pepe Vargas, que nesta terça tomou café da manhã com jornalistas, comentou o veto da presidente. Ele disse que a tendência é o governo enviar ao Congresso nova MP.
"O governo anunciou sua disposição que é o que cabe dentro do espaço fiscal que temos hoje, em um reajustamento em 4,5%. O Congresso mudou para 6,5%. Mas isso sempre foi assim. […] Sempre tem alguém que diz que o reajuste pode ser melhor. O espaço fiscal que temos é 4,5%, e o governo tende a encaminhar uma nova MP ao Congresso pedindo reajuste de 4,5% na tabela do IR, por agora, nos próximos dias, com certeza", afirmou o ministro.
Renegociação da dívida dos clubes
A mesma Medida Provisória continha ainda um artigo que previa a renogociação das dívidas dos clubes de futebol sem obrigá-los a uma contrapartida, conhecida como "fair play financeiro". O trecho também foi vetado por Dilma.
Os clubes teriam um prazo de 20 anos para quitar seus débitos com a União, com redução de 70% das multas isoladas, de 30% dos juros de mora e de 100% sobre o valor de encargo legal.
http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/01/dilma-veta-trecho-de-mp-que-corrigia-em-65-tabela-do-imposto-de-renda.html